Barbatana

Técnico e ex-centro-médio do Atlético-MG

João Lacerda Filho, o Barbatana, nascido no dia 11 de fevereiro de 1929, foi  técnico de futebol (pelo Atlético Mineiro foi hexacampeão estadual e duas vezes vice-campeão brasileiro, em 1977 e 1980). Ele morreu no dia 29 de junho de 2011, em Belo Horizonte,  devido a complicações do Mal de Alzheimer. 

É a mesma doença que vítimou os saudosos João Avelino, Leonidas da Silva, o jornalista Fernando Luís Vieira de Mello, Francisco Sarno, Fefeu (ex-Flamengo e São Paulo) e o professor Júlio Mazzei. Eles também sofreram com o Mal de Alzheimer, a doença que deteriora a memória do ser humano.

Eficiente, correto e descobridor de raros talentos, Barbatana viu o centroavante Reinaldo jogar em uma equipe de Ponte Nova (MG) e o levou para o Galo. Ele também descobriu o volante Toninho Cerezo e promoveu ao time profissional atleticano o meia Paulo Isidoro, o Tíziu.

Barbatana comandou  o Goiás, equipe na qual revelou Luvanor, e o Náutico de Recife, onde colocou no time o ponteiro Mário Tilico, que brilhou no São Paulo e no Cruzeiro, no final dos anos 80 e início dos 90.

Encerrou a carreira, em 1984, ele dirigiu também o Al-Helal, da Arábia Saudita, e a Seleção da Indonésia.

Como jogador, Barbatana foi brilhante como atleta do Atlético Mineiro atuando na posição que, à época, era definida como centro-médio ou médio-direito.
 

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES