Alessandro Zanardi

Bicampeão da Indy, ex-F1, paraciclista
por Marcos Júnior Micheletti
 
O ex-piloto italiano Alessandro Leone Zanardi, também chamado de Alex Zanardi, nascido na cidade de Bologna em 23 de outubro de 1966, sofreu um gravíssimo acidente no dia 15 de setembro de 2001, durante o GP de Lausitz da CART (depois chamada de Fórmula Indy), quando foi atingido pelo carro de Alex Tagliani a mais de 300 quilômetros por hora, quando restavam 13 voltas para o final.
 
O violento impacto fez com que Zanardi perdesse as duas pernas, recebendo a extrema-unção ainda na pista. Porém, demonstrando uma incrível capacidade de recuperação, após ficar em coma induzido por algumas semanas, Zanardi não se abateu com o problema e retomou sua vida em grande estilo, dedicando-se nos últimos anos ao paraciclismo, modalidade em que conquistou três medalhas nos Jogos Paraolímpicos de Londres, em 2012, sendo duas de ouro e uma de prata, dois anos após ter vencido a Maratona de Roma.
 
A carreira de Alessandro Zanardi no automobilismo começou em 1980, no kart, onde seu melhor resultado foi o terceiro campeonato italiano, em 1982.
 
Depois correu pela Fórmula 3 Italiana e em 1990 foi campeão europeu pela F-3, passando para a Fórmula 3000, onde foi vice-campeão em sua temporada de estreia, vencendo logo na primeira corrida da temporada.
 
Estreou na Fórmula 1 em 1991, pela extinta equipe Jordan, participando de três GPs (Espanha, Japão e Austrália). No ano seguinte, pela Minardi, também não correu em todas as provas, disputando outras três, na Inglaterra, Alemanha e Hungria. CLIQUE AQUI E VEJA UMA MATÉRIA SOBRE O GP DA ESPANHA DE 1991, PROVA QUE MARCOU A ESTREIA DE ZANARDI NA F1.
 
O primeiro e único ponto obtido na Fórmula 1, aconteceu em 1993, no GP do Brasil, com Lotus-Ford, quando terminou na sexta colocação, prova vencida pelo brasileiro Ayrton Senna (McLaren-Ford).
 
Permaneceu na Lotus em 1994, deixando a categoria para ficar sem correr em 1995 e voltar ao automobilismo em 1996, pela equipe Chip Ganassi, fechando a temporada em um ótimo terceiro lugar.
 
Bem adaptado aos circuitos ovais norte-americanos, Zanardi venceu os dois campeonatos seguintes da categoria, em 1997 e 1998, ambos pela Chip Ganassi.
 
A boa fase de Zanardi fez com a Fórmula 1 lhe reabrisse as portas para a temporada de 1999, pela Williams, tendo sido amplamente superado por seu companheiro de equipe, o alemão Ralf Schumacher, que marcou 35 pontos no campeonato contra nenhum do italiano.
 
Ficou sem correr em 2000 e voltou à Champ Car em 2001, pela equipe Mo Nunn, participando das 15 primeiras etapas, até o acidente na Alemanha. Naquele ano, seu melhor resultado foi a quarta colocação em Toronto, no Canadá.
 
Em 2003, dois anos depois do terrível acidente, Zanardi voltou ao circuito de Lausitz, onde perdera as duas pernas e completou as 13 voltas finais guiando um carro adaptado da Champ Car.
 
Também com um modelo adaptado, participou do WTCC (World Touring Car Championship) entre 2005 e 2009, tendo obtido três vitórias, guiando por uma equipe italo-espanhola que competia com uma BMW 320 si.
 
Paralelamente ao automobilismo, começou a competir em 2007 em bicicletas adaptadas, o chamado paraciclismo, vencendo a Maratona de Roma em 2010 e ganhando três medalhas nos Jogos Paraolímpicos de Londres em 2012, sendo duas de ouro e uma de prata.
 
Casado desde 1996, é pai de um filho.
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES