Xavi

Grande meio-campista do Barcelona e da Espanha

por Diogo Miloni

Nas primeira década de 2000, dificilmente quem assistia uma partida do Barcelona ou da Seleção Espanhola via Xavier Hernandez i Creus errar um passe. Longo ou curto. Xavi, um dos maiores jogadores dos anos 2000, sempre foi referência, em precisão e títulos. Em maio de 2019, Xavi anunciou o fim de sua vitoriosa carreira futebolística. 

Catalão de nascimento, o meio-campista veio ao mundo em 25 de janeiro de 1980 e começou sua carreira na famigerada La Masía, como é conhecida a categoria de base do clube azul e grená.

Promovido em 1998 ao time principal do Barça, Xavi teria a árdua missão de substituir um ídolo: o volante Pep Guardiola, que ainda brilhava com a camisa catalã, preparava o jovem atleta para assumir a regência do meio-campo.

Debutando em sua primeira temporada, o armador alcançou sucesso imediato e participou da conquista da Liga Espanhola de 1998/99. O primeiro de muitos troféus erguidos pelo eterno camisa seis: hexacampeão nacional, tricampeão da Liga dos Campeões, pentacampeão da Supercopa da Espanha, bicampeão da Copa do Rei e bicampeão do Mundial de Clubes.

Xavi ainda atua por duas seleções nacionais: na Catalunha, que faz partidas amistosas no Camp Nou, e pela Seleção Espanhola, com a qual venceu a Eurocopa de 2008 e 2012, e a Copa do Mundo de 2010.

No dia 28 de março de 2015, depois de quase 20 anos na equipe principal do Barcelona, Xavi foi anunciado como reforço do Al Sadd, do Qatar.

Foto: UOL

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES