Salomão

Ex-volante do Santos e do Náutico
Ex-volante do Santos e do Naútico nos anos 60, é médico neurologista em Recife-PE. Pelo Peixe ele não jogou muito tempo, apesar do grande apoio de Zito, que estava encerrando a carreira.

Zito achava que Salomão seria seu substituto ideal, mas o pernambucano preferiu voltar para Recife, para a sua família e para o seu curso de medicina, em 1967. Isso abriu caminho para um menino chamado "Corró", que estava subindo para o time de profissionais. Já em 68, o tal "Corró" tornou-se o grande Clodoaldo.

Salomão integrou o maior time do Náutico (63,64 e 65) em todos os tempos: Lula; Gena, Mauro, Fraga e Clóvis; Salomão e Ivan (que é dentista); Nado, Bita (o "Cartucheira" já falecido, irmão de Nado), Nino e Lala. No meio-campo também jogava Zé Carlos e o técnico era Duque, o David Ferreira, que dirigiu o Corinthians nos anos 70 (foi o técnico do Corinthians no jogo contra o Fluminense, 1 a 1, na partida da Invasão da Fiel corintiana no dia 5 de dezembro de 76).

Ainda sobre Salomão, recebemos o seguinte e-mail do grande pesquisadar José Eustáquio Rodrigues Alves, de Patos de Minas (MG):

"Prezado Milton,
O ex-meio campista Salomão, que segundo sua página no Que Fim Levou jogou no Santos e no Náutico, também jogou no Vasco da Gama, em 1967, quando a escalação do time era a seguinte: Franz, Jorge Luiz, Brito, Fontana e Oldair; Salomão e Danilo Menezes; Zezinho, Bianchini, Nei (pai do Dinei) e Mário. O treinador era Gentil Cardoso.
Abraços
 
José Eustáquio"
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES