Pires

Ex-volante do Palmeiras, Vasco e América-RJ
por Rogério Micheletti

Bom volante do Palmeiras e Vasco da Gama nos anos 70 e 80, José Sebastião Pires Neto, o Pires, que nasceu em Sorocaba (SP) no dia 23 de fevereiro de 1956, voltou a viver com a família na cidade natal. Lá, ele trabalha na revelação de novos jogadores para o futebol brasileiro.
 
Pires começou a carreira no São Bento e foi contratado pelo Palmeiras em 1976. No mesmo ano, ele conseguiu se firmar na equipe titular do alviverde. Logo na estréia, em partida contra o Guarani, dia 9 de maio de 1976,
 
Pires provou que poderia vestir a camisa que era de Dudu. O médio-volante foi autor de um gol no empate com o Bugre por 2 a 2.
 
Ao lado do saudoso Jorge Mendonça e do meia Ademir da Guia, Pires formou um fortíssimo meio de campo no Paulistão de 1976. O resultado foi ótimo para o alviverde, campeão daquele estadual. Na final, a equipe, já comandada pelo técnico Dudu, derrotou o XV de Novembro de Piracicaba, do goleiro Donah, na final. O placar foi 1 a 0 para o Verdão, gol de Jorge Mendonça.
 
Depois do Palmeiras, Pires defendeu o Vasco da Gama. Em São Januário, ele teve como companheiros de equipe o atacante Roberto Dinamite, Guina, Paulinho, Mazaropi, entre outros. Voltou a jogar no interior paulista, antes de encerrar a carreira.
 
Verdão e Seleção Brasileira:

Entre 1976 e 1981, Pires fez 295 partidas pelo Palmeiras (140 vitórias, 96 empates e 59 derrotas) e marcou oito gols, segundo números do "Almanaque do Palmeiras", de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti. Já pela seleção brasileira foram apenas duas partidas, em 1984: um empate e uma derrota (informação do livro "Seleção Brasileira 90 anos", de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf).
ver mais notícias
Pelo Palmeiras:

Atuou em 295 jogos, sendo 140 vitórias, 96 empates e 59 derrotas. Marcou 8 gols.
Fonte: Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti.

Pela Seleção Brasileira:

Atuou em 2 jogos, sendo um empate e uma derrota.
Fonte: Seleção Brasileira 90 anos, de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES