Moacir

Ex-zagueiro do Vasco

por Marcelo Rozenberg

 
O ex-zagueiro Moacir jamais será esquecido pela torcida do Vasco. Fez parte do time que conquistou o Campeonato Carioca de 1970, colocando fim em um jejum de 12 anos sem títulos.
Atualmente reside na cidade de Belo Horizonte, onde trabalha como gerente de uma empresa de cobranças. Separado, tem quatro filhas.
 
A reportagem do site Terceiro Tempo contatou Moacir em Belo Horizonte. O amável ex-jogador nos enviou um email, cujo conteúdo integral reproduzimos abaixo.
 
"Caro Marcelo, é com satisfação que travo este diálogo com o site. Informo que resido em Belo Horizonte desde 1974, quando iniciei minha atividade profissional no sistema financeiro da habitação, ingressando na Sociedade de Crédito Imobiliário (INCA S/A). Nesta empresa, cheguei ao posto de diretor superintendente. Posteriormente, já em 1983, passei a trabalhar na Itaú Seguradora, na qual exerci a atividade de supervisor de seguros na área de riscos elementares.
Lá permaneci até 1986. Em seguida, fui convidado a ingressar na manufatura de brinquedos Estrela S/A, da qual fui representante regional, obtendo, inclusive, o título de campeão nacional de vendas em 1994. Em 1997, convidado por um amigo, fui trabalhar na Ultracon Brasil Ltda, empresa cuja origem é mineira mas que tem sua matriz em São Paulo e filiais em cinco estados entre os quais Minas Gerais, onde hoje (2008) exerço o cargo de gerente regional. Fui casado durante 15 anos mas, em 2008, estava separado.
Tenho quatro filhas. Apesar de ter abandonado o futebol prematuramente (aos 27 anos), estou feliz fora dele tendo em vista que as atividades que exerci após o final da carreira sempre me gratificaram. Fora do futebol cursei Direito até o 4º ano. Mas tranquei a matrícula por força das atividades profissionais".
 
CARREIRA
"Iniciei minha carreira no Olimpic de Barbacena, saindo de lá para o Villa Nova da cidade de Nova Lima/MG, onde permaneci por três anos. Fui então vendido ao Clube de Regatas Vasco da Gama, clube que defendi por quatro anos e meio, tendo sido campeão carioca de 1970. No período em que estive no Vasco, fui emprestado ao Santa Cruz do Recife durante o 1º Campeonato Brasileiro, em 1971. Retornei ao Vasco em 1972 onde permaneci por alguns meses até que resolvi abandonar a carreira para me casar e me dedicar a outro tipo de atividade profissional".
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES