Lacy ou Laci

Ex-atacante do Atlético-MG
por Eliana Santos
Lacy Gomes Guimarães, o Lacy, ou Laci, ex-centroavante do Clube Atlético Mineiro nos anos 60 e início dos anos 70, Nacional-AM, Valeriodoce, Corinthians, Comercial-MS e Atlético-GO, morreu no dia 21 de julho de 2000, aos 56 anos.
Ele deixou duas filhas, uma delas chamada Patricia Gomes e a outra Mariana Gomes.

Nascido em Belo-Horizonte, no dia 23 de abril de 1948, o jogador chegou a ser comparado com Tostão em 1969, num exagero da Galoucura, fanática torcida do Galo Mineiro.

Lacy vinha trabalhando como técnico dos juvenis do Galo, em Belo Horizonte. Sua morte deu-se em consequência de violenta pneumonia.

Certa vez, o centroavante mineiro foi indicado pelo técnico Yustrich (eterno desafeto do saudoso João Saldanha) para repetir no Corinthians, sua jogada principal, a "cavadinha", hoje conhecida como "chuveirinho". A jogada era baseada em insistentes cruzamentos para a área adversária. Mas no Corinthians, Lacy não teve tempo para mostrar nada. Jogou apenas uma partida e não fez nenhum gol.

O jogo, um empate em 1 a 1 contra o Guarani de Campinas-SP, ocorreu no estádio do Pacaembu, no dia 25 de julho de 1973. Lacy não começou jogando, mas entrou no lugar do atacante Marco Antônio. O zagueiro alvinegro Luís Carlos marcou um gol contra e abriu o placar para o Guarani. Aos cinco minutos do segundo tempo Waguinho empatou a partida.

Pouco depois dos 45 minutos, o árbitro Armando Marques apontou para o centro do gramado e decretou o fim da jogo e também da possibilidade de Lacy marcar algum gol, naquele que seria seu único jogo pelo Sport Club Corinthians Paulista.


ver mais notícias
ver mais Áudio

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES