Jamelli

Ex-meia do São Paulo, Santos e Corinthians

por Marcelo Rozenberg

Paulo Roberto Jamelli Júnior, o ex-meia Jamelli, nasceu em São Paulo em 22 de julho de 1974. Começou no futsal do Juventus da Mooca e depois ingressou nas categorias de base do São Paulo, onde teve participação decisiva na conquista da Taça São Paulo de Juniores de 1993, em que o Tricolor bateu o Corinthians na decisão por 4 a 3.

Em julho de 2018 começou a trabalhar como comentarista na Rádio Bandeirantes de São Paulo. Em 2019, passou a trabalhar também como representante do Olympique de Marseille na América do Sul. 

Em 1993 subiu para o time profissional do São Paulo. Segundo o Almanaque do São Paulo, de Alexandre da Costa, fez 41 jogos pelo clube até 1994, com 14 vitórias, 13 empates, 14 derrotas e 7 gols marcados.

Vestiu também as camisas do Santos (foi vice-campeão brasileiro de 1995), Kashiwa Reysol, do Japão, Zaragoza (nos clássicos contra o Real Madrid, tinha a dura missão de marcar Zidane), Corinthians (segundo o Almanaque do Corinthians, de Celso Unzelte, fez 22 jogos pelo clube em 2003, com 6 vitórias, 3 empates, 13 derrotas e 3 gols marcados), Shimizu, do Japão, Atlético Mineiro e Grêmio Barueri, onde encerrou a carreira nos primeiros meses de 2007 devido a uma contusão no joelho. Jamelli também defendeu a Seleção Brasileira, pela qual marcou três gols.

Tão logo parou com a bola, Jamelli, casado pela segunda vez e pai de três filhos (todos do primeiro matrimônio), começou a trabalhar como gerente de futebol do Grêmio Barueri, aproveitando-se do fato de estar cursando Gestão do Esporte. Em 2008, assumiu a gerência de futebol do Coritiba. Possui também uma cafeteria na cidade de Santos, bastante frequentada por jogadores e ex-jogadores do Santos.

No ano de 2010, aceitou o convite do presidente do Santos Futebol Clube, Luís Álvaro de Oliveira, para gerenciar o futebol profissional do Peixe. No entanto, foi demitido após discutir com membros da direção santista, em dezembro do mesmo ano em que foi admitido.

Em 2011 assumiu o comando técnico do Marcílio Dias, clube de Santa Catarina. Mas, após quatro jogos no comando do time, pediu demissão.

Candidato do partido PC do B, concorreu nas eleições de 2014 a Deputado Estadual por São Paulo. Jamelli atingiu 2.033 votos, mas não conseguiu se eleger.

Jamelli, ex-São Paulo, Santos e Corinthians, participa do Domingo Esportivo do dia 25 de janeiro de 2015. Confira a entrevista:

No dia 03 de junho de 2018, Jamelli participou do Domingo Esportivo Bandeirantes. Confira a entrevista abaixo:

ver mais notícias

Pelo Corinthians:

segundo o Almanaque do Corinthians, de Celso Unzelte, fez 22 jogos pelo clube em 2003, com 6 vitórias, 3 empates, 13 derrotas e 3 gols marcados

Pelo São Paulo:

Segundo o Almanaque do São Paulo, de Alexandre da Costa, fez 41 jogos pelo clube até 1994, com 14 vitórias, 13 empates, 14 derrotas e 7 gols marcados

Selecione a letra para o filtro

Mais lidas

  • Sem notícias nesta categoria
  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    42
  • 2 Pal
    39
  • 3 San
    37
  • 4 Int
    33
  • 5 Cor
    32
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES