Giba

Ex-jogador de vôlei
por Diogo Miloni
 
Poucos atletas do esporte mundial têm tanta identificação com sua modalidade e seu país como Gilberto Amauri Godoy Filho, o Giba, eterno ponteiro e multicampeão pela Seleção Brasileira de vôlei.
 
Em 21 de novembro de 2013, Giba acertou a sua rescisão com o Taubaté e fechou contrato com uma equipe dos Emirados Árabes Unidos, onde permaneceu até março de 2014.
 
Em 1º de agosto de 2014, sem clube, Giba anunciou o encerramento de sua carreira profissional no vôlei. Foi comentarista da Rede Globo até 25 de setembro de 2017, dia em foi anunciado sua rescisão de contrato com a emissora carioca para poder participar do programa Exathlon Brasil, da Band.
 
Natural da cidade de Londrina, no Paraná, Giba nasceu em 23 de dezembro de 1976 e por sofrer de graves problemas de saúde em sua juventude, mudou-se para Curitiba, onde concluiria sua formação escolar e começaria a dar os primeiros toques na bola de vôlei. Atuando no Circulo Militar do Paraná, o ponteiro debutou para o esporte.
 
Em 1996, o atleta paranaense foi contratado pelo Chapecó, onde permaneceu por apenas uma temporada. Passou ainda por Olympikus, Suzano e Minas, até ser negociado com o voleibol italiano, onde ficou entre 2001 e 2007, defendendo as equipes do Ferrara e do Cuneo.
 
Após fazer sucesso na Velha Bota, Giba passou dois anos na Rússia, até retornar ao país natal em 2009, quando aceitou o convite do Pinheiros. Na equipe paulista não conseguiu transformar o investimento da patrocinadora em títulos e, em 2011, mudou-se junto da empresa que estampava a camisa do clube paulista para Florianópolis, acertando com o Cimed.
 
Seleção Brasileira

Giba foi convocado para a Seleção Brasileira principal pela primeira vez em 1995, quando ainda não participava de equipes profissionais do voleibol nacional. E o ponteiro-passador começou com pé direito: titulo do Sul-Americano em seu primeiro ano como jogador do Brasil.
 
Assumiu a titularidade poucos anos depois e começou a colecionar diversas conquistas com o grupo do técnico Bernardinho: venceu seis vezes a Liga Mundial, duas vezes o Campeonato Mundial, duas vezes a Copa do Mundo e, em 2004, a maior conquista de sua carreira: a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas.
 
Ao lado de Rodrigão, Dante, Murilo, Serginho, Ricardinho, Gustavo, André Nascimento, Marcelinho e muitos outros grandes craques, Giba entrou para a história do esporte mundial como um dos times mais vencedores em um esporte coletivo.
 
Em 2012, após a derrota na decisão dos Jogos Olímpicos de Londres para a Rússia, o atacante brasileiro trocou o voleibol nacional para atuar no Drean Bolívar, da Argentina. Giba também anunciou que deixaria de ser convocado para a Seleção Brasileira de vôlei.
 
Em 14 de agosto de 2013, o atacante fechou contrato com a equipe Taubaté até o final da temporada para disputar a Superliga.
 
Foi casado com a romena naturalizada brasileira Cristina Pirv, ex-jogadora de vôlei. O relacionamento terminou em 14 de novembro de 2012. O casal teve dois filhos: Nicoli e Patrick.
 
No dia 09 de dezembro de 2018, Giba participou do Domingo Esportivo Bandeirantes. Confira a íntegra da entrevista abaixo:

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 San
    32
  • 2 Fla
    30
  • 3 Pal
    30
  • 4 Atl
    27
  • 5 São
    27
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES