Emílio Butragueño

Ex-atacante de Real Madrid e Seleção Espanhola
por Diogo Miloni
 
Emílio Butragueño Santos, mais conhecido como Butragueño, é um ex-atacante que fez muito sucesso atuando no futebol espanhol. Em 2011, assumiu a vice-presidência de futebol do Real Madrid, o principal clube que defendeu em toda sua carreira.
 
Natural da capital espanhola,Emílio nasceu no dia 22 de julho de 1963 e logo despontou para o esporte como um atacante diferenciado. Muito habilidoso e com um faro de gol incrível, ficou conhecido pela torcida merengue como um mito do estádio Santiago Bernabéu.
 
Iniciou sua carreira, em 1983, no modesto Castilla, equipe da segunda divisão espanhola, conquistando o título e o direito de disputar a Série A da Liga. Mas na temporada seguinte não continuaria no time que o revelou.
Emílio Butragueño foi tão bem em seu primeiro ano como profissional que despertou o interesse das duas melhores equipes de Madrid: o Real e o Atlético, que disputaram a contratação do centroavante, acirrando ainda mais uma rivalidade histórica.
 
Melhor para os merengues, que, em 15 de agosto de 1984, viram o camisa sete pela primeira vez em ação. Amor à primeira vista. Vigor físico, velocidade e técnica, combinação perfeita para um atacante conquistar a exigente torcida madridista.
Nos pouco mais de 11 anos de clube, Emílio ajudou o Real a conquistar diversos títulos importantes. Foram seis edições do Campeonato Espanhol. 3 Copas da UEFA, 2 Copas do Rei, 1 Copa da Liga e 3 Supercopas da Espanha.
 
Pela Seleção Espanhola, Emílio foi convocado para duas Copas do Mundo, em 1986 e 1990, e realizou 69 jogos, marcando 26 gols, entre 1984 e 1992.
 
Em 463 partidas oficiais, Butragueño marcou 217 gols, média responsável por colocar seu nome entre outros grandes ícones da história do Real como Di Stéfano e Ferenc Puskas.
 
A aposentadoria aconteceu em 1995, no jogo de despedida diante da Roma, onde os espanhóis bateram os italianos por 4 a 0, Butragueño deixou sua marca.
 
Após deixar os gramados, Emílio Butragueño resolveu dedicar-se ao trabalho nos bastidores do futebol. Em 2004, assumiu a diretoria de futebol do Real Madrid, no lugar de Jorge Valdano.
 
Foto: iG/AFP
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 San
    32
  • 2 Fla
    30
  • 3 Pal
    30
  • 4 Atl
    27
  • 5 São
    27
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES