Eduardo Luíz, o Ligeirinho

Repórter esportivo
por Marcelo Rozenberg
 
Eduardo Luíz Almeida, o Ligeirinho, morreu em 10 de julho de 2017, aos 63 anos de idade, vítima de um infarto fulminante quando viajava de São Paulo para Atibaia, cidade em que residia.
 
Nascido em 12 de agosto de 1953, ele foi um dos principais repórteres do rádio brasileiro. Casado pela segunda vez, pai de seis filhos, trabalhou desde a década de 1970, tendo passado muitos anos na rádio Bandeirantes.

Também empunhou os microfones das rádios Record e Capital de São Paulo.
 
Foi apresentador de um programa dominical na hora do almoço dedicado a assuntos do São Paulo Futebol Clube na rádio Trianon, embora fosse declaradamente fervoroso torcedor do Corinthians. Atualmente trabalhava na Rádio Tropical-FM como comentarista de futebol.
 
Pai de Marcos Luíz, também repórter esportivo, que depois de passar por emissoras paulistanas como Band FM, Bandeirantes e Globo, foi tentar a vida em Campinas e está na rádio Bandeirantes local cobrindo a Ponte Preta.
 
Eduardo Luíz ficou conhecido como "Ligeirinho" por conta de sua agilidade em correr atrás da notícia e sempre chegar antes dos demais repórteres para realizar alguma entrevista importante. A alcunha lhe foi dada por Fiori Giglioti. Durante muitos anos apresentou um programa dedicado ao Corinthians nos mesmos moldes do que realizava ultimamente envolvendo o Tricolor do Morumbi.
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES