Cláudio Corteggiano

Ex-goleiro da Santista
Cláudio, o Cláudio Corteggiano, ex-goleiro da Portuguesa Santista (de 60 a 67) e do São Paulo Futebol Clube, morreu anos após um desastre rodoviário na via Anchieta, em 1982, em consequência de um tumor contraído no acidente.
Ele foi o goleiro da Portuguesa Santista em uma das partidas mais importantes da história do clube da Baixada. Cláudio defendeu a Briosa contra a Ponte Preta, em Campinas, durante jogo em 1965. A partida terminou 1 a 0 para a Santista, gol de Samarone. O resultado fez a Briosa se garantir na elite do futebol paulista. Já a Ponte amargou mais um ano na Segundona.
Depois da Santista, Cláudio teve passagem pelo São Paulo. Lá, ele foi reserva de Picasso e Sérgio entre os anos 1968 a 1971. Ao todo, Cláudio fez 19 jogos pelo Tricolor paulista. Foram sete vitórias, dois empates e 10 derrotas, segundo números do "Almanaque do São Paulo", de Alexandre da Costa.



Ainda sobre Cláudio, recebemos o e-mail abaixo, do são-paulino Reinaldo Alves de Pinho Júnior, no dia 29 de janeiro de 2006.
"Prezado Milton Neves, no seu quadro Que Fim Levou?, por sinal super interessante, gostaria de destacar que há a informação referente ao ex-goleiro Claudio Corteggiano (Lusa Santista e meu São Paulo)quanto à sua morte está equivocada, pois o mesmo, que era primo de meu pai, não faleceu em um acidente na rodovia Anchieta.
Na realidade, em função do acidente ocorrido ainda quando goleiro do meu tricolor, anos após ter parado de jogar, teve problemas com relação a um tumor, esse sim a real causa de seu falecimento. Grato por sua atenção e continuo sempre acessando esse maravilhoso banco de dados de nosso futebol.
Reinaldo Alves de Pinho Júnior"
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES