Campeonato Brasileiro de 1971

A primeira edição oficial do Brasileirão

Após quatro anos de sucesso com o Torneio Roberto Gomes Pedrosa, o “Robertão”, a CBD decidiu organizar um verdadeiro campeonato nacional, aumentando de 17 para 20 o número de participantes e nomeando a competição como “Campeonato Brasileiro de Futebol”.

As novidades foram o Coritiba, que entrou na vaga do Atlético Paranaense, a Portuguesa, que retomou a quinta vaga paulista, a entrada de um terceiro time de Minas, o América, que foi campeão do estado nesse ano, de um segundo time pernambucano, o Sport Recife, e pela primeira vez a participação de um time cearense, o Ceará Sporting.

O formato da competição também mudou. Os times foram divididos em dois grupos de dez equipes, jogando em turno única na primeira etapa. Ao contrário do Robertão, onde a segunda fase já era decisiva, nesse ano os seis primeiros de cada grupo se classificaram para uma nova etapa.

Esses doze times foram divididos em três chaves de quatro equipes, onde os campeões iriam finalmente decidir o título. Nessa segunda fase os grupos foram os seguintes:

Grupo A: São Paulo, Corinthians, Cruzeiro e América do Rio.

Grupo B: Atlético Mineiro, Santos,Vasco e Internacional.

Grupo C: Botafogo, Palmeiras, Coritiba e Grêmio.

Os campeões dos grupos foram o São Paulo, o Atlético Mineiro e o Botafogo, que decidiram o título em um triangular simples, onde os jogos foram os seguintes:

Atlético Mineiro 1 x 0 São Paulo, no Mineirão (12 de dezembro de 1971)

São Paulo 4 x 1 Botafogo, no Morumbi (15 de dezembro de 1971)

Botafogo 0 x 1 Atlético Mineiro, no Maracanã (19 de dezembro de 1971)

No jogo decisivo o Atlético Mineiro, dirigido por Telê Santana, só precisava de um empate para ser campeão, mas venceu por 1 a 0, com um gol de Dario, aos 16 minutos do segundo tempo. O Galo formou com Renato, Humberto Monteiro, Grapete, Vantuir e Oldair, Vanderlei Paiva e Humberto Ramos, Ronaldo, Lola (Spencer), Dario e Tião. O árbitro foi Armando Marques.

Com os resultados, o São Paulo terminou com o vice-campeonato e o Botafogo em terceiro.

O Atlético teve ainda o artilheiro do campeonato, Dario, com 15 gols, seguido por Mirandinha, do Corinthians, com 11, e Rivellino, do Corinthians e Toninho Guerreiro, do São Paulo, com 10.

Uma das curiosidades da competição foi que Pelé, o Rei do Futebol, fez apenas um gol em todo o campeonato, no empate de 1 a 1 contra o Corinthians. Ele disputou um total de 21 jogos e ainda perdeu um pênalti, na vitória de 1 a 0 sobre o Cruzeiro, defendido por Hélio.

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    61
  • 2 Pal
    53
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    44
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES