Basílio, o Basigol

Ex-atacante do Palmeiras
por Marcos Júnior Micheletti

Valdeci Basílio da Silva, ou simplesmente Basílio, passou por mais de duas dezenas de clubes, com passagens marcantes sobretudo por Palmeiras e Coritiba.
 
Em 12 de agosto de 2019 começou a trabalhar no Santos Futebol Clube, no DACTA (Departamento de Avaliação, Captação e Transição de Atletas).

Atacante rápido e oportunista, "Basigol", como foi carinhosamente apelidado, nasceu na cidade de Andradina em 14 de julho de 1972, e começou profissionalmente pelo XV de Jaú em 1993, passando em seguida por diversos clubes do interior paulista, entre eles o Andradina, Inter de Bebedouro, Olímpia e São José, até ser contratado pelo Coritiba, em 1996, permanecendo até o ano seguinte.

Defendeu o Kashiwa Reysol do Japão em 1998 e retornou ao Coritba em 1999, ano em que sagrou-se campeão paranaense, permanecendo no Coxa até 2000, transferindo-se em seguida para o Palmeiras, onde conquistou o Torneio Rio-São Paulo e a Copa dos Campeões, ambos em 2000.

Depois do Alviverde de Palestra Itália, Basílio defendeu duas equipes do interior paulista novamente (Ponte Preta e Ituano, neste foi campeão paulista de 2002) até ser contratado pelo Grêmio, em 2003.

De volta ao interior paulista pelo Marília, voltou a chamar atenção de um clube grande e foi contratado pelo Santos, onde foi campeão brasileiro de 2004.

Retornou ao futebol japonês pelo Tokyo Verdi em 2006 e em seguida uma nova jornada por diversos times: Marília, Itumbiara-GO, Ipatinga-MG, Barueri, Marília e Sertãozinho, onde encerrou sua carreira, no começo de 2011.

É dono de um Centro de Treinamento de jogadores em Andradina, interior de São Paulo, revelando novos craques para o futebol brasileiro.
 
DÍVIDA DO PALMEIRAS COM EMPRESA POR NEGOCIAÇÃO DE BASÍLIO EM 2000

Em maio de 2018, a Palmital Participações pediu na Justiça o bloqueio de R$ 7 milhões diretamente das contas do Palmeiras.

A empresa ganhou ação em segunda instância cobrando pela venda do atacante Basílio ao alviverde em 2000 – com o tempo, o valor saltou de R$ 1 milhão para os sete pretendidos.

Em vez do dinheiro o clube disponibilizou um imóvel, rejeitado pela empresa.

ver mais notícias
Pelo Palmeiras:

Atuou em 85 jogos, sendo 37 vitórias, 22 empates e 26 derrotas. Marcou 11 gols.

Fonte: Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    58
  • 2 Pal
    50
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    43
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES