Antoninho Fernandes

Ex-meia e técnico do Santos

Antonio Fernandes, o Antoninho, que nasceu no dia 13 de agosto de 1921 e que foi um brilhante meia-direita do Santos Futebol Clube, morreu de infarto no dia 16 de dezembro de 1973, quando vinha de Santos (sua cidade natal) para São Paulo para acompanhar um São Paulo x Santos, no Morumbi.

Ele tinha residência fixa no bairro santista do Boqueirão e deixou três filhos (um homem e duas mulheres), quatro netos e dois bisnetos. Além de ter sido um inesquecível atacante do time da Vila Belmiro, por anos e anos, Antoninho foi auxiliar de Luis Alonso Peres, o também saudoso Lula.

Quando o descobridor de Pelé deixou o Santos em 1967 para dirigir o Corinthians, Antoninho tornou-se técnico titular do time da Vila Belmiro. E foi um sucesso. Antoninho foi bicampeão paulista em 1968 e 1969, campeão da Recopa contra a Internazionale de Milão em 1968, descobriu Douglas, Negreiros, Edu, Clodoaldo, Mané Maria e foi o técnico do Santos na célebre noite em que Pelé marcou seu milésimo gol no Maracanã contra o Vasco da Gama, em 1969.

Antes do Santos, Antoninho iniciou a carreira de treinador no Atlético (MG), onde ficou em 1962 e 1963. Ao deixar a Vila, fez seu último trabalho no Noroeste (SP) em 1973.

Antoninho dirigiu o Santos em 366 jogos, com 221 vitórias, 80 empates e 65 derrotados. As informações são do departamento de história do Peixe.

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES