Antoninho do Pantera

Ex-centroavante da dupla Come-Fogo
Antoninho, marcante centroavante do Botafogo de Ribeirão Preto (SP), morreu no dia 3 de junho de 2021, na ex-capital do café, vítima de Covid-19. 

Durante seu tempo como jogador, ele atingiu um recorde impressionante: deu a saída 12 vezes durante o célebre Santos 11 x 0 Botafogo, em 1964, pelo Paulistão, na Vila Belmiro. Tal número não deverá ser ultrapassado jamais, pois hoje é praticamente impossível um time fazer 11 gols em seu adversário e o mesmo jogador dar a saída de bola todas as vezes (à época não existiam substituições e a função de dar o pontapé inicial era sempre do camisa 9).

Antoninho, que era pai de Régis, ex-volante da Ponte Preta (hoje treinador), jogou também nos aspirantes do Palmeiras, futebol italiano e foi um dos melhores artilheiros do interior paulista, ao lado de Toninho Guerreiro, do Noroeste de Bauru, de Paulo Bim, do Comercial, de Paulo Leão, do Guarani, e de Buzzone, do Clube Atlético Juventus.
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES