Valeriano

Ex-jogador e treinador
colaborou: Wanderley "Tico" Cassolla

O ex-jogador e treinador de futebol, Francisco  Valeriano de Almeida nasceu no Estado do Rio Grande do Norte, começando como meia-direita do América potiguar. Lá deu os primeiros chutes na bola e começou a se destacar como um atleta habilidoso. Faleceu no dia 4 de abril de 2015, perto de completar 88 anos de idade, na cidade de Bauru, interior de São Paulo, onde residia.

Mas logo notou, que se quisesse vencer no futebol, teria que jogar num estado do sul do país. Não pensou duas vezes. No início dos anos 50, desembarcou na cidade do Rio de Janeiro e acertou seu ingresso no América carioca.

No "Ameriquinha" viveu uma grande fase, pois o futebol carioca, juntamente com o paulista, já dominava o cenário futebolístico brasileiro. Com o América, disputou vários amistosos no exterior, e por pouco não ficou no velho continente.

Em um giro por São Paulo acabou acertando o ingresso no Noroeste (Bauru), e participou das grandes conquistas da "Maquininha Vermelha"  bauruense.

Em 1959 foi contratado pelo Garça, e teve a oportunidade de jogar ao lado de Altamiro Gomes, que segundo Valeriano, foi um dos melhores jogadores que viu em ação.

Depois retornou ao Noroeste, em 1961, onde encerrou sua carreira de atleta profissional. Como sempre foi um apaixonado pelo futebol resolveu abraçar a carreira de técnico. Começou então a dirigir a Ferroviária de Botucatu, Noroeste, Paranavaí, e o Garça no ano de 1969.

Naquele ano  o "Azulão" ganhou de forma brilhante o campeonato da 2ª divisão de profissionais do interior paulista. Foi o titulo de maior expressão do Garça em toda a sua história.

Até hoje um famoso bordão está na memória do torcedor  garcense: Vão "mechê" Valeriano, tudo para ele fazer as alterações no time.

Segundo Valeriano quando surtia  efeito, e o time ganhava o jogo, era festa.

Agora  quando dava errado... era vaia pra tudo o quanto é lado. Entretanto ele afirma, todo sorridente,: "Sempre recebi mais aplausos do que vaias".

De acordo com Valeriano, que compeltou 84 anos em 2010,  o Garça tinha grandes jogadores, dentre os quais se destacavam o Plínio Dias, Ari Lima, Pedroso, Zé Carlos Coelho,  Pedroso, Goiano e Osmar Silvestre, era uma verdadeira seleção. E a revelação, o goleiro Waldir Perez.

O título da temporada de 1969 foi uma conseqüência, até mais fácil do que esperava. 

Depois do Garça, Valeriano dirigiu vários times por este "interiorzão" afora. Também  comandou o departamento amador do Noroeste (Bauru) por vários anos. Até que resolveu encerrar a carreira definitivamente. Hoje  mora na sua querida Bauru, gozando de merecida aposentadoria.
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES