Tenente Coronel Messias Alan de Magalhães

Piloto de helicóptero de Muzambinho

O piloto da Polícia Militar de Minas Gerais, o tenente coronel Messias Alan de Magalhães, nascido em Muzambinho, foi um dos militares que participou ativamente no socorro às vítimas da tragédia em Brumadinho (MG), que aconteceu no dia 25 de janeiro de 2019.

O piloto faz parte da “Esquadrilha Pégasus”, que é composta por 19 aeronaves, sendo 10 helicópteros e 9 aviões. Além do auxilio e procura das vítimas, ele foi também responsável por içar um boi, pesando entre 350 e 400 kg, que ficou cinco dias preso nos rejeitos.

Messias Alan de Magalhães é um dos pilotos mais experientes do grupamento, e em 2014 recebeu a medalha Santos Dumont, pelo trabalho de salvamento nas enchentes na Bacia do Rio Doce, no final de 2013.

Ele se formou como piloto privado em 2002, em Itajubá (MG), e como piloto comercial em 2004, em Belo Horizonte (MG). Em 2009 ele realizou o documentário “Radiopatrulhamento Aéreo na Polícia Militar de Minas Gerais: O vôo noturno em análise”.

Em 2016 assumiu o comando do 41º Batalhão da Polícia Militar, e também chefia a seção de patrulhamento operacional do Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo da PMMG.

Ele é filho de Vito Formigueiro, parceiro de Milton Neves em jogos de bocha e sinuca em Muzambinho, já falecido. Tem dois irmãos, Vitor e Carlos.

Acompanhe o vídeo feito pela Polícia Militar de Minas Gerais no momento em que um boi foi salvo pelo tenente coronel Messias Alan de Magalhães dos rejeitos de Brumadinho:

No dia 10 de fevereiro de 2019, o Tenente Coronel Messias participou do Domingo Esportivo Bandeirantes. Confira a íntegra da entrevista:

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES