Sérgio Lima

Ex-centroavante do América-RJ, Guarani e Internacional
O ex-atacante Sérgio Lima, que durante muitos anos vestiu camisas importantes do futebol brasileiro, vive hoje em Houston, nos Estados Unidos, onde trabalha como funcionário público da prefeitura local.

Atua também como editor do jornal "Vida Brasil" e da Revista "Brazilian Texas Magazine". Nas horas vagas, toca viola e é cantor de MPB. Casado com Maria Santos, tem quatro filhos e uma neta.

O ex-jogador ganhou notoriedade ao marcar 13 gols com a camisa do América no Campeonato Carioca de 1973. Dois anos depois, fez parte de um grande time do Guarani ao lado de Ziza, Bezerra, Amaral, Alexandre Bueno, Renato, Joãozinho, Amilton Rocha, Davi, Mingo, Afranio, Ednaldo e Erb Rocha.

Foi dele o gol inesquecível e polêmico marcado diante do Botafogo de Ribeirão Preto, que classificaria o bugre e eliminaria o Corinthians do Paulistão de 1975, mas foi anulado por Armando Marques. O lance, por sinal, provocou o afastamento do árbitro.

Sérgio também jogou no Americano e Inter de Porto Alegre, além de ter passado nove anos no México. No Jalisco, de Guadalajara, atuou ao lado dos brasileiros Luiz Antonio Miranda, ex-Santos, Didi, ex-Fluminense, e Reginaldo Palito, ex-Portuguesa Santista.

Depois de quatro temporadas, em que fez 53 gols jogando como ponta, foi contratado pelo Atlas de Guadalajara. Defendeu também Morelia e União de Curtidores.

Ao retornar ao Brasil em 1984, vestiu a camisa do Botafogo-RJ. Mas entrou em campo apenas por alguns minutos em uma partida contra o Olaria. No ano seguinte, parou com a bola na Cabofriense, que buscava o acesso para a primeira divisão do Campeonato Carioca.

por Marcelo Rozenberg
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES