Raul Boesel

Piloto e DJ
por Marcos Júnior Micheletti
 
O paranaense Raul Boesel nasceu em Curitiba no dia 4 de dezembro de 1957, e começou no kart em 1973, aos 16 anos, categoria pela qual tornou-se bicampeão de seu estado.
 
Sua primeira experiência com carros de corrida, mais precisamente na categoria Turismo, aconteceu em 1978 no Campeonato Paranaense de Stock Car.
 
No ano seguinte, quando a Stock tornou-se nacional, recebeu o prêmio como "Piloto do Ano", fechando o campeonato na quarta colocação, com três vitórias.
 
Seu começo promissor no Brasil o levou para uma carreira internacional, iniciada em 1980 na Inglaterra na Fórmula Ford 1600.
 
Em 1981 já estava na Fórmula 3 Inglesa, terminando o ano em terceiro, no campeonato vencido pelo britânico Jonathan Palmer.
Estreou na Fórmula 1 em 23 de janeiro de 1982 pela equipe March-Cosworth no Grande Prêmio da África do Sul, disputado no circuito de Kyalami. Ele largou em 21º e terminou em 15º. Seu companheiro de equipe era o alemão Jochen Mass e a vitória foi do francês Alain Prost, com Renault-turbo.
 
Aliás, o ano de 1982 foi o último de uma era dominada pelos motores aspirados, vencido pela Williams-Cosworth do finlandês Keke Rosberg.
As limitações do carro da March, foram cruciais para o desempenho de Boesel naquele ano.
 
Fechou contrato com a escuderia francesa Ligier para o ano de 1983, um time muito mais bem estruturado, que havia consquistado o vice-campeoanato de construtores de 1980, quarto lugar em 1981 e oitavo em 1982.
 
Mas, infelizmente, o ano de 1983 foi amplamente dominado pelos motores turbo (Nelson Piquet foi o primeiro campeão desta era, com a Brabham-BMW), e a Ligier não conseguiu o fornecimento de nenhum propulsor com essas características, ficando com o Cosworth aspirado.
 
Resultado dos fracos equipamentos com os quais competiu:: em seus dois anos na Fórmula 1, Raul Boesel não marcou nenhum ponto (na época apenas os seis primeiros pontuavam). Sua melhor colocação foi no GP dos Estados Unidos de 1983, disputado no traçado urbano de Long Beach, ocasião em que levou a Ligier JS-21 a um ótimo sétimo lugar após ter largado em 26º, último do grid.

Em 1984 foi para os Estados Unidos para correr pela CART, que depois mudou de nome para Fórmula Indy.
 
Causou uma excelente impressão nos treinos de classificação para as 500 Milhas de Indianápolis, sendo o mais rápido entre os estreantes, justamente em seu primeiro contato com esse tipo de carro em uma pista oval.
 
Aliás, em se tratando de 500 Milhas de Indianápolis, Boesel é o recordista brasileiro em participações, tendo alinhado no grid em totalizando 13 oportunidades, entre 1985 e 2002 (não correu em 1987, 1991, 1996, 1997 e 2001).
 
O segundo brasileiro que mais participou desta tradicional prova foi Emerson Fittipaldi, que disputou por 11 vezes.
 
No oval mais famoso do mundo, Boesel foi o terceiro colocado em 1989 e o quarto em 1993, justamente Emerson Fittipaldi conquistou suas vitórias.
 
Paralelamente à carreira na CART, Boesel participou também de provas e campeonatos de Protótipos, tendo sido campeão do Mundial de Protótipos de 1987 pela equipe oficial da Jaguar.
 
De volta ao Brasil, Boesel competiu novamente na Stock Car e também participou, entre outras provas das Mil Milhas Brasileiras de 2002, vencendo com um Porsche 911 GT3 RS, ao lado de Régis Schuch e Flávio Trindade.
 
O agitado mundo da velocidade deu lugar a outra atividade que Raul abraçou com muito prazer: a música.
 
Em 10 de março de 2015 foi homenageado durante a Velocult, em São Paulo. Boesel deixou as marcas de suas mãos em uma placa para o Hall da Fama do evento promovido por Paulo Soláriz.
 
Casado com Deborah Cesco, pai de Raul Júnior e Gabriela, atualmente, Raul Boesel é um DJ muito respeitado participando de eventos por todo o Brasil, com destaque para a São Paulo Fashion Week no Lounge Motorola, ANZU, Pararaio e Reveillon do Taipe (ambos em Trancoso, na Bahia), Tostex, Castelo do Batel (Curitiba-PR), Pachá, Duplex e Santa Aldeia.

Clique aqui e conheça o site de Raul Boesel

ABAIXO, O PROGRAMA LIVRE (SBT) EM 18 DE MARÇO DE 1996, COM APRESENTAÇÃO DE SERGINHO GROISMAN, UM DIA APÓS A INDY 400 NO RIO DE JANEIRO, COM AS PRESENÇAS DE ANDRÉ RIBEIRO, RAUL BOESEL, ROBERTO PUPO MORENO E MARCO GRECO

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES