Pitanga

Ex-meia do XV de Piracicaba

Joaquim Orlando Pitanga, o Pitanga, meio-campista que marcou época defendendo o XV de Piracicaba e o Rio Preto, no ano de 2019 seguia morando em Limeira, interior de São Paulo, e prestando serviços ao Limeira Futebol Clube.

Pitanga nasceu em Araraquara-SP no dia 4 de junho de 1947, mas, ainda bebê, mudou-se para a cidade de São Vicente-SP. Deu seus primeiros chutes na Baixada Santista, onde defendeu o Corinthians da Vila Cascatinha, quando tinha apenas 13 anos.

Atuou também nas categorias de base da Portuguesa Santista, mas, em 1968, foi contratado para defender a equipe de aspirantes do Corinthians. No Parque São Jorge, no entanto, Pitanga não teve chances no time profissional, e em 1970 decidiu se transferir para o XV de Piracicaba.

A primeira passagem pelo Nhô Quim durou três anos, e em 1973 o meia assinou com o Rio Preto, onde conquistou o Torneio de Seleções, classificatório para o Paulistinha (atual A-2).

No ano seguinte, Pitanga retornou ao XV e viveu uma das melhores fases de sua carreira. Foi vice-campeão paulista em 1976 (o fortíssimo Palmeiras ficou com a taça) e disputou dois brasileiros (1976 e 1977).

Em 1978, foi contratado pelo São Bento, de Sorocaba, e dois anos depois voltou ao XV de Piracicaba, mas desta vez sem o mesmo sucesso da segunda passagem. Na temporada seguinte, Pitanga rompeu o tendão de Aquiles e decidiu pendurar as chuteiras, aos 33 anos.

Formado em Educação Física, Pitanga trabalhou como preparador físico do XV de Piracicaba, da Inter de Limeira e do Santos. O ex-meia é casado com Luz Marina.

Abaixo, confira a entrevista que Pitanga concedeu ao jornalista Edvaldo Tietz em fevereiro de 2019:

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES