Marcelo Passos

Ex-meia do Santos, Goiás, Flamengo e Náutico
por Rogério Micheletti

Marcelo Passos, o Marcelo Passos de Oliveira, por pouco não foi um dos heróis santistas em 1995. A fama do habilidoso talvez não tenha sido maior porque o Peixe perdeu a final do Campeonato Brasileiro daquele ano para o Botafogo, no Pacaembu, depois de uma arbitragem desastrosa de Márcio Rezende de Freitas.

Em 2007, o meia acertou com a Portuguesa Santista. Antes, em 2006, ele jogou no Campinense (PB).

"Cheguei a treinar na Portuguesa de Desportos, em 2006, mas não fiquei depois que o Candinho assumiu", comentou Marcelo Passos, durante quadrangular de veteranos de Santos, Corinthians, Palmeiras e São Paulo disputado no Clube 7 de Setembro, no bairro da Água Rasa, zona leste da capital.

Nascido no dia 2 de janeiro de 1971, no Guarujá (SP), Marcelo Passos começou a carreira nas categorias de base do Santos Futebol Clube. A boa qualidade de seus lançamentos e suas cobranças de escanteios e faltas cheias veneno fizeram com que o meia virasse uma das grandes promessas do Peixe no começo dos anos 90.

O temperamento do jovem atleta, considerado rebelde por alguns, atrapalhou um pouco no seu desenvolvimento dentro do time da Vila. Mesmo assim, seu talento fez a diferença algumas vezes, principalmente no Brasileirão de 95. Marcelo, naquele ano, era uma das armas do time que tinha Giovanni, Robert, Jamelli, Carlinhos, Marcos Adriano, Narciso, entre outros.

A fama de boleiro-polêmico fez com que Marcelo saísse algumas vezes da Vila Belmiro por empréstimo. Chegou a atuar no Goiás e no Flamengo, onde fez apenas cinco partidas (duas vitórias, dois empates e uma derrota).

Depois do Santos, em 1995, não foram tantos momentos nos quais Marcelo Passos conseguiu mostrar seu verdadeiro futebol. Chegou a ser campeão pernambucano pelo Náutico, time que era comandado por Muricy Ramalho, em 2001. Mas depois teve passagens apagadas por outros times do nordeste, entre eles América de Natal e Coruripe (AL) e no Campinense (PB), antes de aparecer a oportunidade de treinar no Canindé em 2006. Em 2007 voltou a mostrar um bom futebol no Paulistão da A-2 pela Portuguesa Santista.

Gols marcantes

Sem dúvida, o melhor momento da carreira de Marcelo Passos foi vivido no ano de 1995. O meia foi importante para conduzir o Santos à final do Brasileirão. Fez gols nos jogos contra o Guarani, na fase quartas-de-final, e contra o Fluminense, na fase semifinal. No jogo contra o Botafogo, no empate por 1 a 1, no Pacaembu, foi dele o gol santista. "Pena que anularam aquele gol do Camanducaia que nos daria o título", lamenta Marcelo Passos.
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES