Júlio de Mesquita Neto

Jornalista
por Marcos Júnior
O jornalista Júlio César Ferreira de Mesquita Neto foi diretor do jornal "O Estado de S.Paulo até 05 de junho 1996, dia de sua morte, sendo substituído no cargo por seu irmão, Ruy Mesquita. Ele sofria de câncer nos ossos, e o óbito aconteceu no Hospital Albert Einstein, no Morumbi, mesmo bairro em que seu corpo foi sepultado, no Cemitério da Paz, na zona oeste de São Paulo.
Nascido em São Paulo no dia 11 de dezembro de 1922, filho do também jornalista Júlio de Mesquita filho, formou-se na Faculdade de Direito do Largo São Francisco (USP) em 1946, mesmo ano em que ingressou na empresa de sua família, assumindo em 1969 a direção do "Estadão" no auge da censura, promovida pelo regime ditatorial militar.
Combateu o regime militar e recebeu em 1974 o prêmio "Pena de Ouro da Liberdade", concedido pela Federação Internacional dos Editores de Jornais.
Em 1982, assim como seu pai, que havia apoiado a campanha do líder comunista Luis Carlos Prestes, apoiou a candidatura de Lula ao governo de São Paulo.
Era casado com Otávia Cerqueira César de Mesquita, com quem teve dois filhos: Júlio César Ferreira de Mesquita e Marina Cerqueira César de Mesquita.
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    61
  • 2 Pal
    53
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    44
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES