Jair Picerni

Ex-lateral-direito da Ponte Preta e atualmente treinador

por Marcelo Rozenberg

Jair Picerni, ex-lateral-direito que se destacou vestindo a camisa da Ponte Preta nos anos 70, tornou-se treinador tão logo pendurou as chuteiras.

Reside atualmente em um condomínio na cidade de Vinhedo, nas proximidades de Campinas.

Em 2007, dirigiu o Sertãozinho no Campeonato Paulista. Em maio, assumiu o São Caetano. Em fevereiro de 2008, voltou ao Guarani. Em 2009, no mês de julho, foi contratado pelo Red Bull, equipe que tem sede em Vinhedo e em novembro de 2010 substituiu Sérgio Soares no comando do Santo André. Casado com dona Fernanda, Jair tem quatro filhos e três netos.

Nascido em São Paulo em 20 de outubro de 1944, Jair defendeu como jogador Nacional de São Paulo, Ponte Preta, Guarani e Comercial- SP. Como treinador desde 1980, teve passagens por diversos clubes a começar pela Ponte Preta. Dirigiu também Inter-RS, Santo André, Corinthians (foi vice-campeão paulista em 1984), Portuguesa (foi vice-campeão paulista em 1985), Sport Recife, Al Ain (Emirados Árabes), Nacional da Ilha da Madeira, Paysandu, União São João, Araçatuba, União Barbarense, Gama, São Caetano (vice-campeão brasileiro em 2000 e 2001 e vice-campeão da Libertadores em 2002), Palmeiras (campeão brasileiro da Série B em 2003), Atlético Mineiro, Bahia, Fortaleza, Brasiliense, Sertãozinho e Santo André.

Comandou também a Seleção Olímpica do Brasil que esteve nos Jogos Olímpicos de 1984, em Los Angeles, e conquistou a medalha de prata. Na decisão, o time, formado basicamente por jogadores do Internacional de Porto Alegre, foi derrotado pela França por 2 a 0.
 
No dia 30 de abril de 2017, Jair contou detalhes da final do Paulistão de 1977 no “Domingo Esportivo”:
 

Abaixo, ouça Adhemar e Jair Picerni no Domingo Esportivo, da Rádio Bandeirantes, do dia 21 de janeiro de 2018:

O UOL, em 19 de abril de 2018, publicou uma matéria assinada pelo jornalista Gabriel Carneiro, sobre veteranos treinadores ainda no mercado de trabalho, entre eles, Jair Picerni. CLIQUE AQUI E VEJA.

Em 20 de outubro de 2019, dia em que completou 75 anos, Jair Picerni participou do "Domingo Esportivo Bandeirantes". Ouça o bate-papo com Milton Neves abaixo: 

ver mais notícias
Clubes que defendeu

Jair defendeu como jogador Nacional de São Paulo, Ponte Preta, Guarani e Comercial- SP. Como treinador desde 1980, teve passagens por diversos clubes a começar pela Ponte Preta. Dirigiu também Inter-RS, Santo André, Corinthians (foi vice-campeão paulista em 1984), Portuguesa (foi vice-campeão paulista em 1985), Sport Recife, Al Ain (Emirados Árabes), Nacional da Ilha da Madeira, Paysandu, União São João, Araçatuba, União Barbarense, Gama, São Caetano (vice-campeão brasileiro em 2000 e 2001 e vice-campeão da Libertadores em 2002), Palmeiras (campeão brasileiro da Série B em 2003), Atlético Mineiro, Bahia, Fortaleza, Brasiliense, e Sertãozinho.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES