Hugo de León

Ex-zagueiro do Grêmio, Corinthians, Nacional do Uruguai e Santos e atualmente treinador
por Marcelo Rozenberg
 
Zagueiro vigoroso, exemplo de raça e amor à camisa, Hugo de León nasceu em Rivera, Uruguai, em 27 de fevereiro de 1958. Aos 17 anos, já jogava como titular no Nacional de Montevidéu, seu time de coração.
 
Depois passou por Grêmio, Corinthians, Santos, Logroñés da Espanha, Nacional novamente, River Plate, Botafogo do Rio, Toshiba do Japão e Nacional pela terceira vez, onde encerrou a carreira. Tornou-se, depois, treinador, com passagens por clubes importantes do Brasil como Fluminense e Grêmio, onde estava em 2005. Também comandou Nacional e Monterrey, do México. Casado com uma brasileira, que conheceu quando chegou a Porto Alegre no início da década de 1980, reside em Montevidéu.
 
Por sinal, era casado antes com uma uruguaia, mas não resistiu aos encantos da mulher gaúcha e se separou. Caminho percorrido por outros inúmeros gringos que desembarcam na capital do Rio Grande do Sul para jogar futebol.
 
Como jogador conquistou vários títulos pelo Nacional como a Copa Libertadores da América em 1980 e 1988, a Recopa Sul-Americana de 1989, a Copa Interamericana de 1988 e o Campeonato Uruguaio em 1977, 1980, 1992. No Grêmio, foi campeão Brasileiro em 1981, da Libertadores e Mundial em 1983. No River alcançou o título argentino em 1989 e 1990. Pela seleção do Uruguai conquistou o Mundialito em 1980 com vitória sobre o Brasil.
 
Na função de treinador deu a volta olímpica pelo Nacional em 1998, 2000 e 2001.
 
O ex-craque começou a bater bola em um terreno baldio perto da casa em que residia. Seus ídolos de infância foram os vencedores da Copa do Mundo de 1950, conquistada pela celeste olímpica sobre o Brasil em pleno Maracanã.
ver mais notícias
Pelo Corinthians:

Atuou em 51 jogos e não marcou nenhum gol.
Fonte: Almanaque do Timão, de Celso Unzelte.

TÍTULOS NA CARREIRA

Como jogador conquistou vários títulos pelo Nacional como a Copa Libertadores da América em 1980 e 1988, a Recopa Sul-Americana de 1989, a Copa Interamericana de 1988 e o Campeonato Uruguaio em 1977, 1980, 1992. No Grêmio, foi campeão Brasileiro em 1981, da Libertadores e Mundial em 1983. No River alcançou o título argentino em 1989 e 1990. Pela seleção do Uruguai conquistou o Mundialito em 1980 com vitória sobre o Brasil.

Na função de treinador deu a volta olímpica pelo Nacional em 1998, 2000 e 2001.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES