Ferreira

Ex-lateral do Comercial-SP e do Vasco da Gama

Benedito Benjamin Ferreira, o Ferreira, ex-lateral-direito do Comercial de Ribeirão  (SP), Vasco  e Botafogo (SP), por 20 anos foi monitor da FEBEM de Ribeirão Preto (SP), onde vive. Está aposentado. Ele é pai de três filhos (todos homens) e de  três netos (dois meninos e uma menina).   

Em 1966, Ferreira jogou tanto que foi contratado pelo Vasco da Gama numa transação milionária, à época. O Vasco deu pelo passe de Ferreira uma bela soma em dinheiro e mais o volante Maranhão, o mesmo Maranhão que abriu o marcador no célebre jogo Corinthians 0x3 Vasco, no Pacaembu, em 1966, na estréia de Garrincha no Timão.

Os outros dois gols foram de Célio Taveira Filho. Em São Januário, Ferreira conheceu sua mulher: a simpática Dircéia. Ela era da equipe de atletismo do Vasco da Gama.

Ferreira participou de um episódio inesquecível da história do futebol brasileiro. Ele jogou no "célebre" Botafogo de Ribeirão Preto que levou de 11 a 0 do Santos (oito gols de Pelé) na Vila Belmiro em jogo válido pelo 2º turno do Campeonato Paulista de 1964, um sábado à tarde.

Por incrível que pareça, o arqueiro do Botafogo (na época, Machado) foi escolhido naquele jogo o melhor em campo, por ter evitado uns 25 gols do Santos. Se ele não tivesse fechado o gol na ocasião, o Santos teria ganho de 36 a 0, e Pelé teria marcado uns 15 gols. E quando este jogo estava 0 a 0, você sabia que o lateral Carlucci chutou uma bola na trave de Gilmar. E que no primeiro turno do Paulistão de 64 esse mesmo Botafogo que levou de 11 havia ganho do Santos por 2 a 0 em Ribeirão. Só que no primeiro turno Pelé não jogou. Rossi vestiu a camisa 10. Ai, no returno, veio a tremenda vingança do Santos.

Além de Maranhão, para ter Ferreira, o Vasco cedeu também o passe do atacante Jedir ao Comercial. Ferreira é irmão de Carlos Roberto, ex-ponta esquerda do Botafogo-SP nos tempos de Sócrates e que hoje mora em Pontal-SP. O outro irmão de Ferreira, que nasceu em Guará-SP, é Guará, centroavante do América de Rio Preto nos anos 60 e que morreu em Franca-SP, sendo sepultado em sua terra natal: Guará.

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES