Felipe

Ex-meio-campista do Vasco e Fluminense
por Diogo Miloni

Felipe Jorge Loureiro, ou apenas Felipe, foi um meio-campista habilidoso que teve grande identificação com os clubes cariocas.   No dia 15 de março de 2014, o atleta, então no Fluminense, anunciou sua aposetadoria.
 
Em 4 de julho de 2016 foi anunciado para dirigir a equipe do Tigres do Brasil-RJ no Campeonato Carioca de 2017, ao lado do ex-companheiro de Vasco, Pedrinho. Felipe e Pedrinho se demitiram do cargo em 11 de fevereiro de 2017, após duas derrotas do time.
 
No dia 06 de fevereiro de 2019, Felipe foi anunciado como gerente de futebol da Ponte Preta. A primeira experiência do ex-atleta como dirigente. 

Natural do Rio de Janeiro, Felipe nasceu no dia 2 de setembro de 1977 e começou sua carreira nas categorias de base do Vasco, oscilando entre o meio-campo e a lateral-esquerda. Canhoto e muito habilidoso, o atleta teve a primeira oportunidade na equipe principal do clube carioca no Campeonato Brasileiro de 1996.
 
No ano seguinte, ao lado do também recém-revelado Pedrinho, o meia ajudou o clube carioca no título nacional, competição que rendeu vaga na Copa Libertadores da América. No torneio continental o Vasco conseguiu se superar e deixou gigantes para trás ao levantar sua primeira Libertadores na história.

Depois de diversas conquistas até 2000, Felipe acabou emprestado para o Palmeiras, onde voltou a atuar pela lateral-esquerda e chegou na semi-final da Libertadores. Depois disso, uma breve passagem pelo Atlético-MG, onde quase não teve destaque.
De volta ao Cruzmaltino, em 2001 , o meia assumiu o papel de protagonista da equipe mas com problemas entre ele e o então presidente Eurico Miranda, o craque foi negociado com o Galatasaray, da Turquia. Sem o mesmo sucesso na Europa, o atleta retornou para o país natal, mas dessa vez para o arquirrival do Vasco, o Flamengo.

Após boas e más atuações no Rubro-Negro, o camisa 10 se transferiu para o Fluminense, em 2006, mas também não ficou por muito tempo, acertando sua ida para o Al-Saad, do Qatar. Nos Emirados Árabes, o brasileiro permaneceu até 2011, quando foi repatriado pelo Vasco.

Na Seleção Brasileira, o meio-campista fez sua estreia em 1998, quanto o treinador era Vanderlei Luxemburgo. Com a saída de Luxa, um ano depois, o jogador do clube carioca não foi mais lembrado. Até a Copa América de 2004, quando Carlos Alberto Parreira chamou o jogador para o torneio continental.

Em 2011, foi maestro do Cruzmaltino na conquista da Copa do Brasil e no vice-campeonato do Brasileirão, porém deixou a Colina pela porta dos fundos.
 
Em 2013, aos 35 anos, o meio-campista foi contratado pelo Fluminense, que o tirou do rival Vasco da Gama em um processo de frustração com a equipe cruzmaltina.
 
No dia 24 de setembro de 2018, o portal UOL Esportes publicou uma bela entrevista com Felipe. Clique aqui e leia!
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES