Fabio Capello

Técnico de Futebol

Fabio Capello, ex-volante italiano que teve boas passagens por Juventus, Roma e Milan, tornou-se treinador de sucesso, passando até pela Seleção Inglesa, de onde se demitiu em 2012 , por não aceitar tirar a faixa de capitão do zagueiro John Terry. 

Eliminado na primeira fase do Mundial no Brasil, e com campanha regular nas Eliminatórias para a Eurocopa de 2016, Capello entrou em acordo com a Federação Russa e deixou o cargo no dia 14 de julho de 2015.

Em 9 de abril de 2018 anunciou sua aposentadoria do futebol. Ele trabalhou até março de 2018 no Jiangsu Suning, da China.

Nascido em San Canzian d´Isonzo-ITA no dia 18 de junho de 1946, Capello começou sua carreira futebolística jogando no Società Polisportiva Ars et Labor, o SPAL, tradicional time da cidade de Ferrara-ITA, no ano de 1963.

Após se destacar pela modesta equipe Italiana, Capello se transferiu para o poderoso time da Roma. Jogou por lá durante dois anos, conquistando neste período uma Copa da Itália, na temporada 1968/69.

Foi para a Juventus no final década de 60, time no qual o volante marcou época. Foram sete anos em Turim, conquistando por lá três Campeonatos Italianos, em 1971/72, 1972/73 e 1974/75. Assinou com o Milan em 1976, onde o volante não obteve muito sucesso, conquistando no clube rossonero apenas uma Copa da Itália, na temporada 1976/77.

Começou como treinador em 1991, no próprio time do Milan. Conquistou por lá a Liga dos Campeões, uma Supercopa Européia, quatro Campeonatos Italianos, três Supercopas da Itália, além de ter sido vice-campeão mundial em 1993, perdendo a decisão para o São Paulo de Telê Santana.

Depois disso, rodou por Real Madrid, Roma e Juventus, até acertar sua ida para a Seleção Inglesa.

Assumiu o comando técnico da Seleção Inglesa em 14 de dezembro de 2007, assinando contrato com "English Team" até 2012, quando a equipe tentaria disputar a Eurocopa. Mas sua saída, em 8 de fevereiro, não permitiu que o italiano atuasse na competição continental.

Em julho de 2012, aceitou a proposta da Seleção Russa, para comandar a equipe que lutava por uma vaga na Copa do Mundo de 2014.

Eliminado na primeira fase do Mundial no Brasil, e com campanha regular nas Eliminatórias para a Eurocopa de 2016, Capello entrou em acordo com a Federação Russa e deixou o cargo no dia 14 de julho de 2015.

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES