Emerson, o Puma

Ex-volante do Grêmio, Roma e Seleção Brasileira
por Marcos Júnior Micheletti
 
Emerson Ferreira da Rosa, o Emerson, foi um ótimo volante que começou sua carreira profissional pelo Grêmio, de Porto Alegre.
 
Atualmente reside em Miami, Estados Unidos, comandando a equipe do Miami Dade FC, após pasagem como auxiliar técnico do Grêmio.
 
O "Puma", apelido que recebeu quando atuava no futebol italiano, em função de ser implacável marcador, nasceu na cidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul, em 04 de abril de 1976, e após se destacar no time gaúcho, onde conquistou dois títulos estaduais (1995 e 1996), duas Copas do Brasil (1994 e 1997), um Brasileiro (1996), uma Recopa Sul-Americana (1996) e uma Libertadores (1995), iniciou uma longa permanecência no futebol europeu, atuando sempre por grandes clubes. O primeiro deles, foi o Bayern Levekusen, da Alemanha, entre 1997 e 2000.
 
Durante este período, conquistou um título pela Seleção Brasileira, a Copa América de 1999, disputada no Paraguai.
 
Após atuar no futebol alemão, Emerson se transferiu para a Roma, da Itália, onde permaneceu de 2000 a 2004. No time da capital italiana, conquistou dois titulos importantíssimos, o Scudetto e a Supercopa da Itália, ambos em 2001.
 
Em 2002 era um dos 23 jogadores selecionados para participar da Copa da Coréia do Sul e do Japão, mas em um "rachão", atuando como goleiro, acabou contundindo o ombro e foi cortado da delegação. Ricardinho, que na ocasião defendia o Corinthians, foi chamado para o seu lugar.
Permaneceu na Itália entre 2004 e 2006 em outro clube, a Juventus, de Turim, que era comandada por Fábio Capello.
 
Em 2005, pela Seleção Brasileira, conquistou a Copa das Confederações, disputada na Alemanha.

Sua afinidade com o treinador italiano, fez com que Emerson o acompanhasse quando Capello se transferiu para o Real Madrid, onde sagrou-se campeão espanhol de 2007.
 
Retornou ao futebol italiano para jogar pelo Milan, entre 2007 e 2009, mas após sofrer com várias lesões e em razão do pouco aproveitamento que teve no time titular, dirigido por Carlo Ancelotti, acabou rescidindo seu contrato. Mesmo assim, somou mais dois títulos à sua galeria: o Mundial Interclubes da Fifa e a Supercopa Europeia de 2007.
 
Entre julho e outubro de 2009 esteve no Santos Futebol Clube, onde atuou em poucas partidas, sob o comando de Vanderlei Luxemburgo.
 
Pai de duas filhas, a primeira (nascida em 1997), mora em Roma, com sua primeira esposa, e a segunda, nascida em 2008, de sua segunda união, com uma catarinense, mora em Porto Alegre. Em 11 de março de 2019, o UOL publicou uma matéria sobre a filha mais velha, Karolayne, então com 21 anos, que relatou não ver o pai há três anos. Clique aqui e veja a matéria completa.
 
Em 12 de março de 2019, em nova matéria veiculada no UOL, Emerson negou não ver sua filha há três anos, e disse que iria processar a emissora italiana que divulgou a informação. Clique aqui e veja a matéria completa.
 
Emerson aplicou parte do que ganhou equanto esteve nos gramados em imóveis, nas cidades de Roma, Porto Alegre e Pelotas.
Recentemente abriu o Centro de Treinamento do Emerson, no bairro Fragatas, em Pelotas.
 
Em 2010, durante a Copa do Mundo da África do Sul, foi um dos comentaristas da Rede Bandeirantes de Televisão, trabalhando no programa criado pela emissora do Morumbi, o Band Mania, apresentado por Milton Neves
Emerson participou da atração dividindo a bancada com Denílson (ex-São Paulo e Bétis da Espanha) e Vampeta.  O mais quieto dos três ex-jogadores, Emerson ganhou até uma vinheta no programa: "Deixa o Emerson falar!!!"
 
Mas, apesar da aparente timidez, Emerson foi se soltando a fez um bom contraponto às brincadeiras de Denílson e Vampeta, com comentários muito ponderados sobre os esquemas das equipes e as características dos jogadores.
 
Um dos momentos marcantes da presença do "Puma", foi a emoção que não conseguiu conter após a eliminação do Brasil pela Holanda, por 2 a 1, nas quartas de final.
Olhos marejados, o querido "Puma" quase não conseguiu falar, dizendo que sentia como se estivesse lá, jogando.
 
Em 17 de janeiro de 2011, Emerson fundou o Fragata Futebol Clube, em Pelotas-SP, agremiação que conta com cerca 80 jovens talentos da cidade gaúcha. "Fiz o investimento sozinho (não revelou o valor): o CT tem alojamento, três campos de futebol, três vestiários, academia e departamento médico. São 20 funcionários. Há 80 meninos nas categorias de 13 a 17 anos, mas vou ampliar para 100. Depois, quero aproveitar a minha experiência e meus contatos para colocá-los em clubes. Isto já aconteceu com Douglas, um zagueiro que foi para o Vitória", revelou o ex-volante, em entrevista ao repórter Hector Werlang, do Portal iG.
 
Em abril de 2012, assumiu o cargo de auxiliar técnico de Vanderlei Luxeburgo no Grêmio. No entanto, em 21 de maio de 2013, deixou o cargo para se dedicar integralmente ao seu projeto na cidade de Pelotas-RS.

Pela Seleção Brasileira:

Atuou em 54 jogos, sendo 34 vitórias, 13 empates e 10 derrotas. Marcou 5 gols.

Fonte: Seleção Brasileira - 90 Anos - 1914 - 2004, de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES