Dimas

Ex-goleiro do Guarani
Dimas Monteiro da Silva, o Dimas, ex-goleiro do Guarani, de 1958 a 1968, e do Rio Preto EC, morreu no dia 15 de março de 1996, aos 64 anos, trabalhando na comissão técnica do Bugre de Campinas.

Dimas nasceu em São Paulo, no dia 19 de agosto de 1932, e iniciou sua carreira nas equipes de base da Portuguesa de Desportos, onde foi reserva de Chamorro. Transferiu-se para o Taquaritinga, no interior de São Paulo, e de lá, em 1958, foi para o Guarani, juntamente com Ditinho, Heraldo e o volante Walter (que ainda atuaria pelo argentino Boca Juniors).

Depois de passar pelo Guarani, Dimas jogou por seis meses no Botafogo de Ribeirão Preto, e depois, por mais seis meses no Bragantino, os dois clubes do interior de São Paulo.

Encerrada a carreira de jogador, Dimas foi contratado pela Ponte Preta de Campinas para ser o treinador de goleiros. Lá, revelou goleiros que fizeram sucesso no futebol como Wilson Quiqueto, Waldir Peres e Carlos.

Em 1984, voltou ao Guarani, contratado pelo então diretor de futebol Beto Zini. No Bugre, Dimas, o "Gato Preto" trabalhou até sua morte.

Quem nos enviou as informações foi Raul Celestino Soares Júnior. Obrigado, Raul!
por Gustavo Grohmann
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    58
  • 2 Pal
    50
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    43
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES