Chico Anysio

Humorista e ex-comentarista esportivo
por Diogo Miloni

Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho, mais conhecido como Chico Anysio, nasceu no dia 12 de abril de 1931 na cidade de Maranguape, no Ceará e morreu aos 80 anos em 23 de março de 2012 no Hospital Samaritano do Rio de Janeiro. O humorista lutou contra a morte durante dois anos, tendo se afastado da vida artística em 2010.

Consagrou-se com seu humor, mas teve uma ótima passagem pelo rádio esportivo no inicio da carreira.
 
Aos sete anos de idade, Chico se mudou para o Rio de Janeiro com sua mãe e seus três irmãos, o pai ficou na cidade natal para tentar refazer a vida como construtor de estrada de rodagem.
 
Chico estudou para ser advogado, mas a vocação de comediante e a necessidade de trabalhar mudaram o rumo de sua vida. Foi na cidade carioca que ele pôde exercer seu talento para a comunicação, participou de diversos concursos de rádio, tendo vencido alguns deles.

Após realizar dois testes para a Rádio Guanabara, o cearense ainda desconhecido conseguiu um emprego. Nesta difusora foi locutor da madrugada, galã de rádio-novela, narrador e repórter de campo, era ai que começava a paixão pelo esporte e o envolvimento com o futebol.

A empresa contratou Raul Longras, o homem do gol eletrizante, e passou a transmitir futebol nas ondas de rádio. Com enorme talento e muita disposição não demorou muito para Chico conseguir um lugar ao seu lado.

Com apenas 17 anos, o Chico se mostrava um verdadeiro coringa radiofônico, atuava como locutor, rádio-ator, redator e comentarista esportivo.

Além dos comentários, Chico fazia narrações dos jogos e era repórter de gramado. Declaradamente apreciador do Vasco da Gama, o humorista certa vez afirmou que as melhores partidas que viu na vida foram acompanhando o Cruzmaltino em São Januário. Porém, em entrevista no programa de Jô Soares, o humorista revelou que seu coração bate mais forte pelo Palmeiras.

Com 19 anos, foi para Recife, para trabalhar na Rádio Clube Pernambuco onde ficou pouco tempo. Depois de um ano voltou para o Rio, mas precisamente à Rádio Mayrink Veiga como autor e diretor de diversos programas como: "A Rainha Canta?, com Ângela Maria, "Rio de Janeiro a Janeiro", "Buraco de Fechadura? e ?Vai Levando".

Com a crescente fama no rádio, o humorista conseguiu um lugar na televisão, o gênio do humor levou seu sucesso "Escolinha do Professor Raimundo? para as telinhas através da TV Rio. O quadro fazia parte do programa "Ai Vem D. Isaura?, de Haroldo Barbosa.

O ex-radialista chegou à TV Globo e desde então realizou diversos programas na emissora. O primeiro foi "Chico Anysio Especial?, uma atração anua, depois vieram sucessos como "Chico City", "Chico Total" e o consagrado "Escolinha do Professor Raimundo".
 
Um dos melhores personagens de Chico Anysio é o  "O Coalhada", uma paródia dos jogadores de futebol. Sempre contando vantagem, o personagem dizia ser um grande atleta, mas nunca foi para uma Copa do Mundo.

Na década de 90, ainda pela rede emissora carioca, o humorista voltou aos tempos de comentarista esportivo, dessa vez, ao lado de nada mais nada menos que o Rei do futebol. Chico e Pelé comentavam os jogos da seleção brasileira, dentro e fora do país.

Relembre momentos fantásticos do talentoso Chico Anysio:

Veja Chico Anysio concedendo entrevista para o programa Roda Viva, da TV Cultura, em 1990:

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES