Berico, o 'Novo Pelé'

Ex-atacante do Flamengo e Guarani

por Marcos Júnior Micheletti

O "Novo Pelé", como ficou conhecido José de Oliveira Filho, o Berico, morreu na cidade norte-americana de Sacramento em 22 de agosto de 2016, aos 74 anos.

Berico, paulista do município de Sertãozinho, onde nasceu em 10 de abril de 1942, começou sua carreira profissional pelo Guarani de Campinas, para chegar ao Flamengo em grande estilo, marcando dois dos três gols rubro-negros em sua estreia, diante do Olaria, em 10 de outubro de 1964.

Habilidoso, driblador e oportunista, ele já carregou a fama de "Novo Pelé" ainda no futebol campineiro, pelo Guarani, o que despertou o interesse do Flamengo.

Sua saída do Guarani foi tumultuada. Ele teve que deixar a cidade de Campinas escondido, pois a torcida bugrina não aceitava sua saída.

Porém, depois de apenas um anona Gávea (1964-1965), sem ter mantido regularidade e atuações tão marcantes como a de sua estreia, deixando o clube após 22 jogos e oito gols marcados. Em seguida ele deixou o futebol brasileiro para atuar no México e nos Estados Unidos

Berico foi inicialmente para o futebol mexicano para defender o Oro de Jalisco (1965-1966 e 1970-1971) e o Pumas (1971-1972 e 1974-1975). 

Depois, jogou por dois clubes dos Estados Unidos, o Tulsa Roughnecks (1975-1976) e o Sacramento (1977-1978), este o seu último clube.

BOECHAT E BERICO...

O saudoso Ricardo Eugênio Boechat (1952-2019), flamenguista apaixonado, sempre perguntava a Milton Neves sobre Berico, e o amigo tentava encontrar o paradeiro do jogador. 

Infelizmente, assim como Boechat, Berico já nos deixou.

ver mais notícias

Pelo Flamengo:

Atuou em 22 jogos, sendo oito vitórias, seis empates e oito derrotas. Marcou oito gols, segundo o "Almanaque do Flamengo" de Roberto Assaf e Clóvis Martins.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    61
  • 2 Pal
    53
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    44
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES