Orlando Rollo afirmou que não causará maiores impactos no clube. Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Orlando Rollo afirmou que não causará maiores impactos no clube. Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Os bastidores do Santos esquentaram nesta segunda-feira (11). O vice-presidente Orlando Rollo, que estava licenciado, voltou ao cargo e tomou medidas que causaram verdadeira turbulência na Vila Belmiro.

Com o presidente José Carlos Peres suspenso pelo STJD, Rollo entendeu ter poderes para mudar o Comitê de Gestão do Santos: destituiu quatro membros e trocou por quatro conselheiros de sua confiança, assinando o documento como “presidente em exercício”. O clube não reconhece as trocas. Peres entende que sua suspensão se limita à relação com entidades esportivas, como a CBF e a FPF, sem efeito sobre a administração do Santos.

Causando grande impacto no clube, Rollo concedeu entrevista na porta da Vila Belmiro e tratou de explicar suas medidas. O vice-presidente afirmou que substituiu membros do Comitê de Gestão apenas para trabalhar com pessoas em quem confia durante a suspensão de Peres e garantiu que o departamento de futebol do Peixe está “blindado” de toda essa confusão.

“Tento combater essa gestão, mas o presidente tem mais força política. A caneta é dele. Fui obrigado a voltar bem no período de vacância imposto pelo STJD. Não posso me omitir. O Santos não podia ficar 15 dias sem presidência. Oficiamos às entidades do futebol brasileiro que eu estaria assumindo nesses 15 dias”, explicou Rollo.

“A gente assumiu e está evitando medidas extremas, pelo bom clima que tem que pairar no clube. O clima está ruim por causa do próprio presidente. Sim, trocamos não todos os membros do Comitê de Gestão, apenas alguns que não são da minha confiança. Não posso administrar o clube com pessoas com quem tenho problemas judiciais. Nomeei outras pessoas, e o Peres, quando voltar, nomeia de novo, sem problema nenhum”, contou o vice-presidente destacando que prefere trabalhar com pessoas de sua confiança.

Orlando Rollo fez questão de ressaltar que sua equipe entrou em contato com o departamento de futebol para tranquilizar sobre a situação política do clube.

“Quero tranquilizar os santistas. O futebol está blindado. Entramos em contato com a direção de futebol. Passei tranquilidade para o departamento para que o Sampaoli possa continuar seu belíssimo trabalho. Quero que ele continue ano que vem”, disse o cartola que tratou de atacar o presidente Peres, destacando que o atual mandatário tem problemas com boa parte do clube.

“O presidente afastado Peres é unanimidade. Ninguém se dá bem com ele, todo mundo se indispõe com ele. Todo mundo briga com o Peres e ele briga com todo mundo. Sou apenas mais uma vítima do temperamento dele”, afirmou.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa