Rodrigo Caio foi cortado por lesão na panturrilha. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Rodrigo Caio foi cortado por lesão na panturrilha. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O técnico Tite está sendo obrigado a rever boa parte de sua convocação para os próximos jogos da seleção brasileira nas eliminatórias. Nesta terça-feira (3), o treinador foi obrigado a cortar mais dois nomes de sua lista: os zagueiros Rodrigo Caio e Eder Militão foram retirados da convocação. Para seus lugares foram chamados Felipe, do Atlético de Madrid e Diego Carlos, do Sevilla.

Rodrigo Caio foi cortado por lesão muscular na panturrilha direita sofrida em treinos no Flamengo. Já Militão foi diagnosticado com Covid-19 no Real Madrid.

Convocado em outras oportunidades, Felipe, do Atlético de Madrid ganhou nova oportunidade. Já Diego Carlos, zagueiro de 27 anos, do Sevilla, ganha uma chance pela primeira vez na seleção.

Antes das duas baixas, Tite já havia sido obrigado a cortar outros dois nomes de sua lista: Philippe Coutinho, do Barcelona, e Fabinho, do Liverpool, também foram excluídos da convocação, todos por lesão. Neymar, do PSG, também se lesionou em partida pelo seu clube e é mais um que pode ser cortado nos próximos dias.

A seleção brasileira entra em campo diante da Venezuela, no dia 13 de novembro, no Morumbi, e contra o Uruguai, no dia 17, em Montevidéu. O Brasil lidera as eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2022, com seis pontos somados nas duas primeiras rodadas.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa