Filipe Luís em jogo da seleção brasileira contra o Paraguai na Copa América. Foto: Lucas Figueiredo/CBF/Via UOL

Filipe Luís em jogo da seleção brasileira contra o Paraguai na Copa América. Foto: Lucas Figueiredo/CBF/Via UOL

Tite ganhou um novo auxiliar, de última hora. Além de Cleber Xavier, o homem que analisa os adversários e define, com o técnico, o esquema tático ideal da seleção brasileira e de seu filho Matheus Bachi, principal elo da comissão técnica com o elenco, o lateral-esquerdo Filipe Luís se tornou um assistente informal após a lesão na coxa direita.

Ele já retornou ao treinamento, mas sua presença na final da Copa América contra o Peru, neste domingo, é uma incógnita -- sem estar 100% é mais provável que Tite mantenha Alex Sandro, elogiado quando entrou no intervalo do confronto das quartas contra o Paraguai, quando Filipe Luís sentiu, e durante os 90 minutos contra os argentinos, na semifinal do Mineirão.

"Cara, parece treinador. Toda hora fica orientando. É legal, porque independentemente de jogar ou não, a gente fica apreensivo de ficar no banco, ele passa orientação, ajuda toda a comissão técnica. E isso mostra a força do grupo", disse Everton sobre a atuação de Filipe Luís no banco de reservas no confronto contra os argentinos.

Ainda com dores na coxa direita, o lateral-esquerdo não conseguiu nem participar do aquecimento com os demais companheiros atrás do banco de reservas durante a partida do Mineirão. Mas Filipe Luís não quis ficar sentado. Toda hora estava com uma garrafa de água em mãos para levar aos companheiros quando a bola parava, mas não só isso.

Ainda no primeiro tempo, chamou a atenção quando o goleiro Alisson sentiu uma pancada nas costas. O árbitro equatoriano Roddy Zambrano paralisou a partida para o brasileiro ser atendido e Daniel Alves foi até a beirada do campo receber instrução. De Tite? Cleber Xavier? Matheus Bachi? Não, quem ficou conversando com o lateral-direito foi Filipe Luís, gesticulando para o gramado como apontando caminhos -- o jogo já estava 1 a 0, gol de Gabriel Jesus apos ótima jogada justamente de Daniel Alves.

Aos 33 anos, Filipe Luís faz parte do quinteto experiente dessa seleção, junto com o capitão Daniel Alves (36), os zagueiros Thiago Silva (34) e Miranda (34) e o volante Fernandinho (34), que também teve seus momentos de dar orientação na partida contra a Argentina. Costuma ser discreto quando joga, imagina quando não entra em campo. Após a vitória sobre a Argentina, o UOL Esporte tentou abordá-lo no pós-jogo para falar sobre a atuação como auxiliar informal, mas ele recusou educadamente. "Tem que falar com quem jogou", disse.

Filipe Luís está com o contrato com o Atlético de Madri acabando e ainda não tem futuro definido. No time de Tite, em campo, tem uma importância tática na saída de bola. É quase um armador quando a seleção ataca, dividindo função com o volante Arthur e dando mais liberdade para Philippe Coutinho no ataque.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    61
  • 2 Pal
    53
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    44
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa