Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

O Flamengo de 2020 passou longe de repetir o de 2019. Apesar de ter conquistado a Supercopa do Brasil, a Recopa Sul-Americana e o Campeonato Carioca, o Rubro-Negro tem sido constantemente cobrado por ter fracassado nos últimos tempos na Copa do Brasil, na Libertadores e por estar longe do São Paulo, líder do Brasileirão.

E, entrevista coletiva concedida na última sexta-feira (8), o atacante Bruno Henrique, um dos grandes nomes do Rubro-Negro na temporada passada, disse que a ausência de torcida por causa da crise causada pelo coronavírus influenciou no desempenho do Fla em 2020.

"Em virtude de tudo que aconteceu, pandemia e tudo mais. Não conseguimos chegar como fizemos no ano de 2019, né? Trabalhamos muito para poder concretizar o que fizemos em toda a trajetória. E esse ano ainda falta poder conquistar esse bom futebol que a gente apresentou. A gente perdeu, no meu ponto de vista, muito o fator torcida. Toda partida jogávamos com 70 mil nos apoiando e, hoje, qualquer time que vem jogar [no Maracanã] não tem pressão, não tem o torcedor nos empurrando mais. Acho que foi um ponto que perdemos bastante nesta pandemia", explicou Bruno Henrique.

"Sempre tivemos o apoio, eles sempre nos empurraram. Em toda decisão. Agora, estamos tendo um pouco de dificuldade nesses jogos decisivos. Temos de tentar alguma coisa para poder quebrar esses sistemas que a gente enfrenta hoje, que é [encarar times] super fechado", completou o atacante.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa