Bruno Henrique foi o último titular que o Verdão conseguiu segurar no elenco. Foto: Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação

Bruno Henrique foi o último titular que o Verdão conseguiu segurar no elenco. Foto: Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação

O Palmeiras terminou a semana com uma amarga derrota para o Corinthians no Campeonato Paulista. Mas os dias anteriores haviam sido especiais, principalmente pela manutenção de Bruno Henrique no elenco. Segurar o volante, assim como foi com Dudu, era uma grande preocupação da diretoria, que acabou triunfando nos dois casos mesmo diante da fortuna prometida por clubes chineses à dupla.

A razão mais fácil de explicar como o Verdão conseguiu manter dois de seus principais jogadores da vitoriosa campanha no Campeonato Brasileiro de 2018 é a financeira. Nos últimos quatro anos, o clube alviverde se reestruturou, encontrou uma forte parceira comercial e viu as as finanças crescerem vertiginosamente.

O novo contrato com a Crefisa, por exemplo, pode render mais de R$ 400 milhões. Há ainda toda renda gerada pelo Allianz Parque, pelo programa Avanti - apesar dos recentes atritos com os sócios - e por contratos de direitos de transmissão. Assim, o Palmeiras acumulou dinheiro a ponto de barrar propostas tão vantajosas como a de times da China.

Mas comparando apenas dinheiro com dinheiro, os asiáticos ainda levariam vantagem, por mais que o Verdão esteja em patamar altíssimo no Brasil. Para se sair bem-sucedido em casos como os de Dudu e Bruno Henrique era preciso mais do que aporte financeiro.

É aí que entram outros dois fatores primordiais: a boa fase da equipe dentro de campo e o trabalho de bastidores do diretor de futebol Alexandre Mattos. O dirigente, na maioria das vezes, mostrou habilidade no mercado desde que remontou todo o elenco em 2015, negociando bons contratos e conquistando a confiança de empresários.

André Cury, agente de Dudu, e Bruno Paiva, que cuida de Bruno Henrique, são alguns dos que nutrem boa relação com Mattos. No casamento do cartola, outros vários empresários marcaram presença, reforçando a tese. Mattos também circula muito bem com os jogadores, outro ponto essencial para a reafirmação palmeirense.

O Palmeiras apresenta metas para o time, planos de carreira e assim atrai os atletas. Só promessas não bastariam, mas o clube tem conquistado os resultados. Na gestão do dirigente, foram faturados dois títulos do Campeonato Brasileiro e um da Copa do Brasil. Jogadores cresceram com o clube, encontraram um cenário de segurança e fizeram com que outros se interessassem mais por jogar no Verdão.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    58
  • 2 Pal
    50
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    43
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa