Sobrinho do tricampeão fez o shakedown no autódromo paulistano. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Sobrinho do tricampeão fez o shakedown no autódromo paulistano. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Bruno Senna, sobrinho do tricampeão Ayrton Senna, andou nesta quarta-feira (14) em Interlagos com a McLaren que seu tio guiou na temporada de 1988 da Fórmula 1, carro de seu primeiro título na categoria. O carro, aliás, nunca havia estado em Interlagos, uma vez que na temporada de 1988 o GP do Brasil foi disputado no extinto circuito de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.

Bruno, de 36 anos, atualmente disputando o Campeonato Mundial de Endurance (FIA WEC), fez o shakedown com o modelo que guiará no domingo (17), duas horas antes da largada do GP do Brasil, marcada para 14h10 (de Brasília).

Antes de Bruno Senna, o inglês Martin Brundle, ex-piloto de F1, maior rival de Ayrton Senna na F3 Inglesa (em 1983) guiou o carro por algumas voltas, sem nennhum problema.

Martin Brundle, rival maior de Senna na F3 Inglesa, guiou a MP4/4 antes de Bruno. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Na sequência, Bruno se acomodou no cockpit e o carro acabou falhando logo no "S" do Senna. Ele acabara de deixar o posto de apoio da Heineken, promotora do evento, localizado em um trecho de pista desativado de Interlagos, poucos metros distante.

Bruno Senna ao volante acabou parando a McLaren em uma área de escape da Curva do Sol, mas uma equipe de apoio prontamente chegou ao local e religou o motor Honda V6 para que o piloto completasse três voltas pelos 4.309 metros de Interlagos.

Na última delas ele ensaiou aquilo que deverá fazer no domingo, pegando uma bandeira do Brasil das mãos de um fiscal, a exemplo do que fez Ayrton Senna em diversas ocasiões.

Bruno Senna a bordo da MP4/4 para suas primeiras voltas em Interlagos. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

O MP4/4 é um dos carros mais celebrados da história da Fórmula 1.

Dotado do potente e confiável motor Honda turbo V6 de 1.5 litros, a McLaren arrebatou 15 das 16 vitórias na temporada de 1988, sendo oito de Senna e sete de Alain Prost. seu companheiro de equipe. Apenas a Ferrari quebrou a hegemonia do time de Woking naquele ano, com a dobradinha no GP da Itália, em Monza, com Gerhard Berger em primeiro e o saudoso Michele Alboreto em segundo. 

Senna, aliás, caminhava para a vitória em Monza, mas um toque com o francês Jean-Louis Schlesser (Williams) o tirou da disputa a duas voltas do final.

Este não é o primeiro contato de Bruno Senna com a McLaren MP4/4. Ele já conduziu o modelo no Festival de Goodwood (Inglaterra) em 2015.

Bruno Senna ensaiou aquilo que deverá fazer no domingo, antes do GP do Brasil de F1. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA PARA O GP DO BRASIL - HORÁRIOS DE BRASÍLIA

Sexta-feira, 15 
Treino Livre 1   11:00 – 12:30 
Treino Livre 2   15:00 – 16:30 

Sábado, 16 
Treino Livre 3   12:00 – 13:00
Classificação – 15:00 – 16:00

Domingo, 17 
Largada para a prova (71 voltas) – 14:10    

 

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa