Veja outros momentos em que o árbitro foi questionado

Veja outros momentos em que o árbitro foi questionado

O árbitro Sandro Meira Ricci foi afastado pela Conmebol após a partida em que o Chile venceu o Uruguai por 1 a 0 e se classificou para a semifinal da Copa América. O brasileiro foi bastante contestado pelos uruguaios, principalmente pela expulsão de Cavani.

Mas esta não foi a única polêmica na carreira de Sandro Meira Ricci. Veja outros momentos em que o árbitro foi questionado.

1 - 'Dedada'

Durante a vitória do Chile por 1 a 0 contra o Uruguai, Ricci expulsou os jogadores uruguaios Cavani e Fucile, além do técnico Oscar Tabárez. O problema maior foi que ele deixou de assinalar qualquer irregularidade na provocação de Jara, que passou a mão (e o dedo) nas nádegas de Cavani para provoca-lo.

2 - Fla-Flu

No jogo entre Flamengo e Fluminense (que ganhou por 3 a 2) no começo do Brasileiro de 2015, Ricci foi o centro das críticas por ter marcado um pênalti para o Fluminense em uma disputa de ombros de Pará e por ter mostrado o cartão vermelho direto para Giovanni, do Flu, em uma falta com pouca intensidade.

3 - Problema com Neymar

Após uma derrota do Santos para o Vitória em 2010, Neymar se revoltou com um pênalti marcado por Edu Dracena e escreveu em seu Twitter pessoal: "juiz ladrão, vai sair de camburão". A mensagem foi apagada rapidamente, mas Ricci viu e processou o atacante, que foi condenado pela justiça a pagar R$ 15 mil para ressarcir moralmente o árbitro.

4 - Dois cartões sem expulsão

Na partida entre Brasiliense e Formosa pelo Campeonato Brasiliense de 2011, Ricci aplicou dois cartões amarelos para o volante Kássio, do Formosa. O problema é que o árbitro esqueceu de expulsar o jogador. Depois do jogo, o juiz se justificou dizendo que o primeiro cartão foi para o zagueiro Luan.

5 - Estressado

Sandro Meira Ricci foi o árbitro brasileiro na Copa do Mundo de 2014 - foi o primeiro a marcar um gol com a ajuda na tecnologia da linha do gol, no jogo entre França e Honduras. Depois de participar do Mundial, ele pediu licença para descansar com o Brasileiro e Copa do Brasil em andamento. A decisão acabou sendo bastante criticada.

6- Gil x Ronaldo

No Brasileiro de 2010, em um jogo entre Corinthians e Cruzeiro, o zagueiro Gil, então no Cruzeiro, se chocou com Ronaldo Fenômeno dentro da área e Ricci marcou pênalti. O lance fez o juiz virar desafeto do Cruzeiro (até hoje) e deixou o técnico Cuca revoltado - o treinador chegou a socar a mesa durante sua entrevista no dia.

7 - 'Terceira força'

No Brasileiro de 2012, em um jogo entre Botafogo e Corinthians, Ricci voltou a ser o centro de polêmicas: os cariocas reclamaram (muito) de dois possíveis pênaltis ignorados e de impedimento no lance do pênalti marcado pró-Corinthians. "Foi um jogo de três forças: Corinthians, Botafogo e a arbitragem. É lamentável", disparou Oswaldo Oliveira após a partida.

8- Três expulsões

O Corinthians também sofreu nas mãos de Ricci: no clássico contra o São Paulo pela Copa Libertadores de 2015, ele expulsou Emerson Sheik aos 18 minutos do primeiro tempo em um lance polêmico com o zagueiro Rafael Tolói. No começo do segundo tempo, mais dois vermelhos: para Mendoza, por conta de uma disputa de bola, e Luis Fabiano, por reclamação.

Foto: UOL

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa