Roque de Rosa

Radialista

O radialista Roque da Rosa, natural de Vera Cruz (SP), onde nasceu em 28 de maio de 1936, primeiro jornalista oficialmente declarado no estado de São Paulo (em 14 de abril de 1980), morreu em 26 de julho de 2019, aos 83 anos, vítima de uma parada cardíaca.

Seu corpo foi velado no ginásio de esportes Nicolão, em Ibitinga, e sepultado no Cemitério Municipal da mesma cidade. A Prefeitura Municipal de Ibitinga decretou luto oficial de três dias em razão de sua morte.

Roque de Rosa atuou profissionalmente em rádio durante 66 anos, tendo iniciado sua carreira aos 16 anos, e já aos 23 foi considerado o melhor locutor jornalístico o Brasil.

Em 1959 foi um os escolhidos no concurso promovido pela Rádio Tupi, uma referência no segmento. De 113 participantes, Roque de Rosa foi o vencedor.

RÁDIO IBITINGA

Em 1964 foi convocado pelo então deputado Victor Maida para integrar a Rádio Ibitinga, no interior paulista.

MATUTINO

No ar desde 1964, o “Grande Matutino”, programa da Rádio Ternura FM (99,3) – inicialmente transmitido pela Rádio Ibitinga AM -, detém o título de segundo radiojornal brasileiro mais antigo na ativa, atrás apenas de seu homônimo, fundado em 1953 na cidade de Osvaldo Cruz, também por Roque de Rosa.

E foi por meio do jornal falado que Roque de Rosa lançou diversas campanhas que auxiliaram no desenvolvimento de Ibitinga.

E sua primeira ação foi em relação à pintura das casas da cidade, já que a maioria tinha uma coloração amarelada, com amplo apoio da rádio na divulgação.

Outros colaboradores, além da Rádio Ibitinga e Roque da Rosa se juntaram à iniciativa, como Antônio Carlos Pedrosa, o Tatá, já falecido, sendo criada a  1ª Feira do Bordado de Ibitinga, evento reconhecido mundialmente, ganhando a alcunha de “Capital Nacional do Bordado”.

EM 2020

O "Matutino", em 2020, contava com apresentação dos jornalistas Robson de Rosa (seu filho mais velho), Daniela Branco (nora) e outros locutores.

LITERATURA

Autor de muitos livros, registrou histórias do rádio brasileiros, de Ibitinga e de sua vida pessoal. 

MÚSICA

Entre 37 canções que compôs, "Quando Agosto Chegar" é uma das mais conhecidas.

HOMENAGEM

Através do Projeto de Lei 192, de autoria da Prefeitura Municipal de Ibitinga, por meio de sua então prefeita, Cristina Maria Khalil Arantes, recebeu uma bela homenagem, com uma das avenidas principais da cidade passando a se chamar Avenida Jornalista Roque de Rosa, em substituição ao nome anterior da mesma, Avenida Japão."

MEMÓRIA

Acervo e Grupo Roque de Rosa de Comunicação

O Grupo Roque de Rosa de Comunicação, que leva o nome do jornalista, é composto por: Rádio Ternura FM, Rádio Máxima FM, Portal Ternura, Agência 4Ventos e Rádio Pop (pela internet).

Para manter sua memória viva, a rádio montou um acervo com fotos, vestuário e objetos pessoais de Roque de Rosa.

O memorial é aberto para visitação durante horário comercial.

A emissora fica na Rua Capitão João Marques, nº 89 - Jd. Centenário, em Ibitinga (SP).

Com informações dos jornalistas João Vitor Custódio e Fernando Lisboa. 

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES