Renê

Ex-zagueiro do Vasco e Botafogo-RJ

O ex-zagueiro Renê Carlos da Silva, o Renê, estava no lance em que Pelé foi derrubado, e na cobrança do pênalti, em 1969, marcou o seu milésimo gol, em jogo contra o Vasco da Gama, no Maracanã.

Na verdade quem derrubou Pelé foi Fernando, mas Renê, pelo resto de sua vida teve de dar entrevistas como se fosse ele quem teria cometido o pênalti famoso. No início isso o incomodou muito, mas com o passar dos anos ele se acostumou com o equívoco.

Hoje aposentado, Renê reside no Rio de Janeiro, cidade em que nasceu no dia 16 de outubro de 1949.

Ele começou a jogar pelo Bonsucesso e logo chamou a atenção do Vasco, para onde se transferiu em 1969 e logo no ano seguinte participou da conquista do título carioca.

Com a fama de fazer muitos gols contra, Renê foi perdendo espaço na zaga vascaína, para Moisés e Miguel, e logo quando voltava a jogar um grande futebol, em 1973, sofreu um duro golpe.

Em uma derrota de 1 a 0 para o Olaria, pelo Campeonato Brasileiro, no dia 27 de outubro, ele foi reclamar da marcação de um impedimento e acertou uma cabeçada no árbitro. Renê jura que escorregou e não teve intenção de acertar o juiz, e o próprio Carlos Costa admitiu a versão do zagueiro, mas isso não foi suficiente e Renê pegou um ano de suspensão.

Nessa época sua fase era tão boa que ele estava para ser convocado pela seleção brasileira, para jogar um amistoso contra uma seleção de estrangeiros, na despedida de Garrincha. Além disso ainda acabou ficando fora da campanha do Vasco campeão brasileiro de 1974.

Após cumprir a suspensão, Renê ainda ficou no Vasco até 1976. Depois disso jogou no Botafogo, entre 1977 e 1980, no Bangu, entre 1981 e 1982, e no Atlético Paranaense, entre 1984 e 1984, quando decidiu encerrar sua carreira.

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES