Pedrinho Gaúcho

Ex-ponta do Vasco, Galo e Inter
por Rogério Micheletti
 
Pedrinho Gaúcho, o Pedro Antônio Simeão, gaúcho nascido em Lajeado no dia 4 de agosto de 1953, morreu em 19 de junho de 2019, aos 65 anos, em Porto Alegre, cidade em que residia. Ele estava internado e veio a óbito em decorrência de uma pneumonia.
 
Pedrinho exerceu ma função já extinta no futebol brasileiro em seus tempos no gramado. Pedrinho Gaúcho era um autêntico ponta-direita, daqueles velozes e que buscavam a linha de fundo para o cruzamento. 
 
Pedrinho começou sua carreira em 1973 pelo Internacional-RS, onde permaneceu até 1977.  transferindo-se depois para o América de São José do Rio Preto. Em seguida atuou por Atlético-MG, Coritiba, Vasco da Gama, Bangu (onde foi vice-campeão brasileiro em 1985) e encerrou sua carreira nos gramados em Santa Catarina, pelo Avaí, em 1986.
 
Fez parte do grupo da seleção brasileira sub-23 nos Jogos Olímpicos de Munique (Alemanha) em 1972).
 
Em 2006, ele começou a trabalhar como técnico do time juniores do São José, time gaúcho.
 
No Inter, Pedrinho atuou ao lado de grandes feras nos anos 70. Alguns de seus companheiros no Colorado foram Falcão, Manga, Figueroa, Lula, Caçapava e Batista.
 
No Vasco, no começo dos anos 80, Pedrinho jogou ao lado de Roberto Dinamite, Jérson, Dudu, Ernani, Ivan, Acácio e Rosemiro, entre outros.
 
Na metade dos anos 80, Pedrinho também vestiu a camisa do Bangu. O time de Moça Bonita vivia um bom momento. Em 1985, por exemplo, foi vice-campeão brasileiro.
 
Pedrinho Gaúcho, que também era chamado de Pedrinho Ciborg, teve como alguns de colegas de equipe no Bangu o goleiro Gilmar (ex-Palmeiras), o ponta-esquerda Ado, o atacante Fernando Macaé.

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    52
  • 2 Pal
    47
  • 3 San
    44
  • 4 Cor
    42
  • 5 São
    39
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES