Maneca

Ex-meia do Noroeste de Bauru
José da Silva, o Maneca, ex-meia-atacante do Comercial de Ribeirão, do São Paulo, do Noroeste de Bauru e do XV de Novembro de Piracicaba, morreu na madrugada do dia 5 de dezembro de 2019, aos 86 anos, em Ribeirão Preto-SP, onde vivia. 
 
Maneca, que deixou esposa e um filho, encerrou a carreira de jogador em 1964 no Nhô Quin. Ele era também aposentado como Funcionário Público Estadual, tendo trabalhado vários anos em enfermagem, e ainda foi professor nas categorias de base do Comercial.

Maneca era o camisa 10 do inesquecível time do Noroeste de 1961 que revelou Toninho Guerreiro com a camisa 9 do querido Norusca. Segundo o ex-presidente do Noroeste Amir Amim Faha, natural de Piratininga-SP, "Maneca foi um Toninho Cerezo duzentas vezes melhorado", afirma.

Betinho, o único filho de Maneca, não nega sentir muito orgulho do ex-meia. "Todos elogiam muito o meu pai em Ribeirão e também nas festas do São Paulo. Ele foi realmente um grande jogador", diz.
ver mais notícias

PASSAGEM PELO TRICOLOR

Com a camisa são-paulina, entre os anos de 1956 e 1959, Maneca realizou 79 partidas (42 vitórias, 16 empates e 21 derrotas), marcou 10 gols e fez parte do elenco vitorioso no Paulistão de 1957.

por Rogério Micheletti e Gustavo Grohmann Livro consultado para números e jogos pelo São Paulo: "Almanaque do São Paulo" (Alexandre da Costa)

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES