Gildésio

Ex-zagueiro-central do São Paulo

Gildésio, o ex-zagueiro-central Gildésio Lessa, do São Paulo Futebol Clube, morreu em 07 de maio de 2021, aos 74 anos, em São Roque, São Paulo. O ex-jogador tinha Mal de Alzheimer e deixou mulher e dois filhos. 

Gildésio nasceu no dia 7 de janeiro de 1944, na cidade baiana de Ituberá. Veio para São Paulo aos três anos e começou a jogar futebol no Senac da Liberdade. Passou por uma peneira no infantil do São Paulo, em 1958. No terceiro jogo, já era o capitão do time. Foi Gildésio quem levou Roberto Dias Branco para o São Paulo, seu companheiro no Senac. "Essa foi a minha maior contribuição para o futebol".

No infantil do São Paulo, trabalhou com o técnico Caxambu (saudoso goleiro) e jogou ao lado de Cláudio que depois seguiria para o Fluminense. No juvenil, atuou ao lado de Peixinho e Sérgio Lopes. Foi bi-campeão paulista na categoria de aspirantes.

Na inauguração do Morumbi, no dia 2 de outubro de 1960, o São Paulo enfrentou o Sporting de Lisboa, Portugal. Gildésio era o mais jovem do time, com apenas 16 anos. Ele foi o substituto do lendário Mauro Ramos de Oliveira, transacionado com o Santos.

O São Paulo venceu aquele jogo de inauguração do Morumbi por 1 a 0, gol histórico de Peixinho, o ponta-direita. O São Paulo jogou com: Poy, Ademar, Gildésio e Riberto; Fernando Sátiro e Vitor; Peixinho, Jonas (depois Paulo e depois Cláudio), Gino Orlando, Gonçalo e Canhoteiro. O técnico foi Flávio Costa e o Sporting teve: Aníbal, Lino, Morato e Hilário; Mendes e Júlio; Hugo, Faustino, Figueiredo (Fernando), Diogo (Géo) e Seminário. Apitou Olten Aires de Abreu.

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES