Cavadeira

Ex-ponta de Muzambinho

por Milton Neves

Sérgio Américo Montanari, o Cavadeira, foi ponta-direita do futebol muzambinhense.

Irmão de Fominha, Luís, Garrincha, Maria Amélia, Lado e Zé Maria - todos craques -, morreu de algo congênito na família: falência dos rins, aos 50 anos, e está sepultado em Muzambinho.

O apelido, curioso, se deve ao fato de que na infância não tinha os dois dentes da frente, apenas os laterais...

Veloz, driblador, foi sondado por equipes profissionais, mas jamais quis deixar sua terra.

Foi um exímio cobrador de pênaltis, nadava e dava pontas como ninguém. Era ótimo também na sinuca e adorava um jogo de pif-paf, no baralho.

Cavadeira deixou um casal de filhos e um neto.

O filho de Cavadeira, Mateus, Milton Neves levou para os juniores do Atlético-PR em 2003. Mesmo aprovado, o então garoto voltou para Minas. Uma pena...

Detalhe: o pai de Cavadeira; Luiz Américo Montanari patriarca da família Montanari de craques, também jogou muito. O saudoso "Amerquinho" foi um atacante genial nos anos 30 e 40.

Os filhos do casal Montanari:

Maria Amélia Montanari Bianchi (falecida);
Geraldo Montanari (o Lado);
Luiz Montanari (o Luiz da Receita Federal);
José Maria Montanari (o Zé Maria);
Fernando Eduardo Montanari (o Fominha);
José Antonio Montanari (o Garrincha) e
Sérgio Américo Montanari (o Cavadeira, falecido).

 

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES