Camila

Ex-lateral-direito de Muzambinho
por Milton Neves
 
Camila, o Antônio Januário, ex-lateral-direito de futebol de Muzambinho-MG, faleceu em 12 de junho de 2010, vítima de infarto, em Muzambinho, onde trabalhava como sapateiro.
 
Ele sempre foi responsável pela fabricação de chuteiras, botinões e meias-solas para os garotos e homens da cidade.
 
Camila, que era corintiano fanático, era casado e deixou cinco filhos: Ocimar (nome em homenagem ao Ocimar, ex-Bonsucesso/RJ, que se tornou amigo de Camila), Tales (homenagem ao ex-meia corintiano), Rivellino (outro ídolo corintiano lembrado por Camila), Wladimir (nome do recordista em números de jogos com a camisa do Timão) e Júlio (que é filho de seu irmão Mário, que morreu, e foi adotado por Camila).

A esposa de Camila, a sra. Isaura Januária faleceu no dia 04 de janeiro de 2013 e foi sepultada no mesmo dia no cemitério municipal de Muzambinho-MG. Ela foi criada desde dos sete anos pelo sr. Polycarpo Dias.

Para mim, Milton Neves, o grande Camila, querido amigo, foi o maior lateral-direito do mundo, melhor que Carlos Alberto Torres e Djalma Santos.

Descanse em paz.

Em 15 de junho de 2010, recebemos as mensagens de dois netos do querido Camila:

"Querido Milton , sou neto do Camilão. Agradeço por todo carinho e amor que teve e tem por ele , pra nós foi uma grande perda, e Deus sabe o motivo dessa dor ?.Agradeço desde já?todos nós amamos você e seu trabalho?"
Tulio Toledo Januário (neto de Camila)

"Gostaria muito de agradecer todas as pessoas que estiveram por todo tempo, sei que ele era muito querido... Agradeço também ao senhor Milton Neves pelo apoio a toda família, pelos meus tios, meu pai e pela minha avó.
Sou a segunda neta dele mais velha e todas as pessoas que conheceram ele irão sentir saudades, pelos vários nomes: Vô Camila, Camilão, Sapateiro, Camila e tantos outros po aí...
Mais uma vez te agradeço de coração, eu e meus irmãos, primos, tios e pala minha avó. Que Deus possa te dar em dobro tudo de bom que você fez à minha família".
 
Tamara Christina Januário (neta de Camila)

O site Terceiro Tempo recebeu no dia 19 de junho de 2010 de Célio Sales (mailto:celiosales@sulminet.com.br), o seguinte e-mail:

Milton, a foto da homenagem do Camila no seu site é da ESPORTIVA DE NOVA RESENDE. E os jogadores são TONIQUINHO - JOSÉ - CAVADEIRA - CESARIO MALDI = ZEZO - PEDRINHO - MARCIO LUIZ -  TOTI - VAGUINHO.

Chuteiras e sapatos: O adeus ao inesquecível "Camila?

Fonte: A Folha Regional Edição 19/06/2010

ANTÔNIO JANUÁRIO "CAMILA" nasceu em Muzambinho no dia 05 de fevereiro de 1939, filho de José Januário "Zé Nardi" e Josephina Filomena de Jesus. Casado com Izaura Martimiano Januário, com quatro filhos e um adotivo. Faleceu no último sábado, 12 de junho de 2010, deixando o esporte e a música do município de luto.

CHUTEIRAS E SAPATOS - Das velhas chuteiras que por muito tempo cravaram seus pés nos campos de batalha de Muzambinho e Região, até as "chuteiras? sem travas, resultante do talento de suas mãos repassado com maestria aos pés daqueles que mesmo desconhecendo o famoso jogador, reconheciam o grande profissional dos sapatos.Antônio Januário ou "Camila" como foi apelidado por um também futebolista chamado Ovídio Pires, fora o que se pode chamar de o tradicional "zagueirão", aquele que carrega todo o time nos ombros. Com um porte físico avantajado e uma bravura inigualável amedrontava os adversários e protegia sua equipe. Acostumado a encarar grandes decisões, sempre fora um guerreiro, dentro e fora das quatro linhas. De suas atuações como coadjuvante nos humildes palcos das cidades que o apresentavam como jovem talento, até sua principal jogada no grande palácio do futebol, o maracanã.Admirado pelos amigos, também amantes do esporte, costumavam dizer que "Camila? respirava futebol. Ocimar, Wladimir, Thales e Rivelino, foram não somente grandes jogadores do seu time de coração, o Corinthians, mas acima de tudo a nomeação dos quatro vitoriosos herdeiros de suas lutas, seus filhos.De jogador e sapateiro a músico na Banda Lírica Benedito Cezarino de Muzambinho, o fôlego antes dispersado aos ares dos meios futebolísticos, agora encantavam e inspiravam os apaixonados pela boa música.

Pendurar as chuteiras, com ou sem travas, não significou o fim de uma carreira, mas apenas, o início de uma maravilhosa história abrilhantada e marcada por lances de craque nos campos da vida.

Fica a homenagem àquele que será lembrado como o cidadão que honrou com amor e sabedoria as cores e a camisa do time de sua cidade natal.

CAMILA O BRASILEIRO

Foi assim, desde menino queria ser jogador de futebol, mas seu destino na cidade de Muzambinho/MG lhe impôs uma vida humilde sem grandes horizontes.

Muito vigoroso e de grande ideal ainda jovem foi sozinho, sem padrinhos, jogar de lateral direito, com muita coragem no peito, no estimado São Cristóvão Futebol Clube do Rio de Janeiro/RJ.

A saudade tão própria dos mineiros... Não resistiu à distância da família e dos amigos regressando para a Terrinha...

Foi líder no futebol amador e com muito amor no coração, formou vários times e revelou grandes craques, jogando futebol com fervor e muita paixão.

Sua personalidade marcante foi conselheiro de todos nós, meninos-rapazes, sonhadores, dando lições de vida e de futebol !

Foi o maior caráter de bondade daquela cidade que revelou tantos talentos, como Milton Neves.

Ontem morreu seu corpo, mas para nós com dor profunda no coração, jamais morrerá:
Antônio Januário Camila.....
Você não precisa pedir licença para entrar no Céu,
Com a camisa do Corinthians fará tabelinhas com
Ademir Menezes, Zizinho, Baltazar, Didi, Vavá, e outros,
Organizando a grande Seleção Brasileira no Céu!
Até breve, seus amigos lhe rendem homenagem
para a paz verdadeira e a alegria celestial!
(Texto de Roberto de Araújo - Nenzinho)

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES