Atualmente no Palmeiras, o volante foi hostilizado pelo Twitter

Atualmente no Palmeiras, o volante foi hostilizado pelo Twitter

O torcedor santista Mallone Morais enviou mensagem a Milton Neves pedindo desculpas ao jogador Arouca, atualmente no Palmeiras. Pelo Twitter, Mallone escreveu "Chupa preto safado, fica aí nesse time de segunda".

Abaixo, na íntegra, a mensagem do torcedor:

"Venho através dessa nota, esclarecer o ocorrido sobre o ato de injúria racial contra o jogador do Palmeiras, Arouca.

Em momento algum quis ofender o Arouca de maneira em que a maioria está pensando. O xingamento foi por que não gostei da sua atitude com o meu time do coração, ao colocar o clube na justiça, e trocar o Santos por um rival tradicional. Como todos sabem, o jogo foi pegado e na hora da adrenalina e ainda com álcool no sangue, apenas quis tirar um sarro do Arouca na sua pagina no twitter, sempre gostei do Arouca jogando no meu time, era um dos meus grandes ídolos, mas fiquei muito p... da vida da maneira que ele saiu do Santos.

Meu nome foi ostilizado, recebi mensagens de ameaças de vários torcedores, e por esses motivos tive que deletar a minha conta do twitter e outros perfis nas redes sociais. E o pior aconteceu hoje, eu almoçando aqui em casa, e meu pai que é um senhor de 59 anos assistindo o programa do globo esporte, presenciou algo que o deixou muito assutado, meu nome foi citado pelo apresentador Tiago Leifert como racista, e ele tomou um susto tão grande, que até cheguei a me preocupar. Além do globo esporte, familiares me ligaram me dizendo que meu nome estava correndo a mídia toda, como no programa Jogo Aberto da Band.

Quem me conhece pessoalmente, sabe que eu nunca tratei ninguém com indiferença, seja qual for o motivo, raça, religião, cor etc. Se eu realmente fosse racista, não torceria para o Santos FC aonde a maioria dos ídolos são negros como: Pelé, Coutinho, Dorval, Robinho, Serginho Chulapa etc... Não teria inúmeros amigos negros, como eu tenho. Foi uma infelicidade da minha parte, mas quero deixar claro desde de já, se o jogador se sentiu ofendido por causa disso, peço-lhe desculpas de coração pelo fato ocorrido, foi um momento aonde eu estava muito eufórico e realmente não medi as palavras".

O jogador Arouca, por sua vez, divulgou uma nota comentando o episódio:

"Meus pais sempre me ensinaram a tratar as pessoas com respeito e com humildade. Fico triste e decepcionado por algumas pessoas não terem isso em casa. O preconceito é um mal silencioso, que visa afetar as pessoas, que mostra sua cara de maneira covarde (quando essa cara é mostrada)... independente de qual for: raça, religião, sexo, enfim. Não é à toa que vemos, cada vez mais, casos de depressão e de insegurança entre pessoas que sofrem com isso.

Sinto muito por ter de fazer isso - exatamente na semana que se completou um ano daquele episódio em Mogi, quando eu ainda vestia a camisa que esse garoto veste em sua foto de perfil - mas estou postando aqui para mostrar a vocês a cara de quem pratica esse tipo de ato e, ao mesmo tempo, dizer que essa atitude não me afeta. Só me dá a certeza de que tive uma boa criação e educação em casa.

Suei muito e sacrifiquei muita coisa pra construir a minha carreira e o meu nome. Não vou dar cartaz pra quem quer aparecer em cima disso e dessa forma, apesar de esse sujeito já ter tido seus 15 minutos de "fama". O melhor é não dar espaço. Por isso, deixo claro que esse será meu primeiro e único pronunciamento a respeito desse assunto".

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa