Lucas Lima em ação pelo Palmeiras contra o Avaí: assistência e boa atuação. Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Via UOL

Lucas Lima em ação pelo Palmeiras contra o Avaí: assistência e boa atuação. Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Via UOL

Lucas Lima viveu uma experiência rara como jogador do Palmeiras durante a vitória por 2 a 0 sobre o Avaí ontem, no Allianz Parque. O meio-campista saiu de campo aplaudido por boa parte dos torcedores presentes ao estádio alviverde.

Titular pelo sexto jogo seguido, Lucas Lima ainda ganhou afagos do técnico Luiz Felipe Scolari, que frisou a evolução do meio-campista em relação à marcação. O comandante também não economizou elogios acerca da qualidade técnica do jogador, que deu a assistência para o gol de Bruno Henrique, o segundo do triunfo.

O meia ex-Santos, que foi contratado pelo Palmeiras no fim de 2017 e estreou no começo da temporada seguinte, chegou até a conseguir uma sequência como titular na campanha do título do Brasileirão, já com Felipão. A paciência do torcedor palmeirense, porém, sempre foi limitada - por isso, a manifestação ocorrida ontem sempre foi bem escassa.

"Ele não é jogador para dar carrinho, ele é um jogador que passa a bola bem. Temos de adaptar o time a isso. Por isso ele está melhor, seis partidas seguidas, vai melhorando. Isso que quero. Fico feliz porque o Lucas Lima acrescentou uma agressividade na marcação e passa a bola como ninguém.", disse Felipão.

Instabilidade tem explicação

Depois da partida contra o Avaí, Lucas Lima reconheceu que vive uma fase diferente no Palmeiras e também listou os motivos para reencontrar o bom futebol. Segundo ele, existe diferença entre funções desempenhadas no time alviverde e no Santos. O meio-campista ressaltou a evolução citada por Felipão no sentido de marcação e intensidade em campo.

Apoio do técnico e dos torcedores

Marcado por momentos em que foi muito criticado pelos torcedores, Lucas Lima recebeu apoio de palmeirenses que assistiram à partida no estádio e também por meio das redes sociais.

Concorrência no setor não assusta

Outro ponto destacado por Lucas Lima foi o número elevado de jogadores de meio-campo no elenco do Palmeiras. Contra o Avaí, por exemplo, ele deu lugar a Moisés no segundo tempo. Gustavo Scarpa, recuperado de lesão, e Raphael Veiga também são concorrentes dele. Por isso, o camisa 20 frisou que "não é possível relaxar, porque o Palmeiras tem 30 atletas que podem fazer a diferença".

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    61
  • 2 Pal
    53
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    44
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa