Treinador da seleção brasileira evitou lamentar a ausência dos jogadores vetados pelos clubes ingleses. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Treinador da seleção brasileira evitou lamentar a ausência dos jogadores vetados pelos clubes ingleses. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A seleção brasileira volta a campo nesta quinta-feira (2), para encarar o Chile, em jogo que marca o retorno das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Diante dos chilenos, em Santiago, um dos grandes desafios do técnico Tite é montar uma equipe mais criativa.

Em sua entrevista coletiva pré-jogo, o treinador destacou que vê a equipe sólida defensivamente, e afirmou que busca aperfeiçoar a criatividade quando o time tem a bola.

“Um dos fatores que temos é a solidez defensiva. E você modificar isso, numa coisa que vem te dando resultado... O que estamos buscando é um processo criativo maior, mais meio-campistas criativos. Nossa construção por vezes é muito vertical. Se a seleção estivesse com uma situação defensiva complicada, seria uma possibilidade. Mas a prioridade é a construção ofensiva”, disse Tite.

O técnico da seleção ainda evitou lamentar a ausência dos jogadores que atuam no campeonato inglês e que acabaram impedidos de se apresentar à seleção por conta de vetos dos clubes ingleses, e valorizou o trabalho de avaliação para repor as ausências.

“Temos um grupo de 40, 50 atletas, que monitoramos constantemente. Porque são atletas de alto nível, com know how, que estão suficientemente habilitados para vir à Seleção e mostrar o seu melhor futebol. Estimulamos a competição leal, sim”, comentou.

O Brasil é o líder isolado das Eliminatórias Sul-Americanas. O time de Tite tem 100% de aproveitamento nas seis primeiras rodadas e tem 18 pontos somados. O desafio diante do Chile acontece nesta quinta-feira (2), às 22h, no estádio Monumental, em Santiago.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa