O abraço entre dois dos maiores técnicos da história do Palmeiras. Foto: Cesar Greco/Palmeiras

O abraço entre dois dos maiores técnicos da história do Palmeiras. Foto: Cesar Greco/Palmeiras

O Palmeiras foi derrotado pelo Athletico-PR na noite do último sábado (2), no Allianz Parque, pelo placar de 2 a 0, e desperdiçou a chance de abrir uma vantagem ainda maior na liderança do Campeonato Brasileiro. Após o revés, o técnico Abel Ferreira rasgou elogios a Felipão, treinador do Furacão. 

"Se o mundo tivesse pessoas como ele, seguramente o Brasil estaria muito melhor. O abraço que dei foi como gratidão, primeiro como jogador, que fui jogador dele, segundo como treinador, porque acho muito competente, últimos títulos mundiais da Seleção Brasileira foi com ele, jogando dessa maneira”, elogiou Abel Ferreira. 

"Ele tem 73 anos, eu tenho 43 e tenho muito a aprender com ele. Treinador que conhece muito bem o futebol brasileiro, como se ganha. Muita gratidão como jogador, treinador e português, que sou. Foi uma pessoa que mudou a mentalidade em Portugal, como torcer para a Seleção, nunca vou esquecer da bandeirinha, que todos os portugueses colocaram nas suas casas para torcer para o Portugal. Abraço de gratidão e para dar parabéns porque foi melhor no que tem a ver com o eficiente, Futebol tem a ver com estrelinha e o trabalho. Não esteve bem no Grêmio, mas faz uma campanha fantástica com o Athletico-PR”, completou o treinador do Palmeiras. 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa